.

.

Mensagem do dia

31 dezembro 2014

Feliz Olhar Novo

O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peça.
É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais... mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos 
uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem. 2014 foi um ano cheio.
Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio  de problemas e desilusões. Normal.
Normal.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, 
o amor que acabou. Normal.

2015 não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade 
que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí?
Fazer o quê? Acabar com seu dia?
Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que eu desejo para todos nós é sabedoria!

E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!  Que todos consigam perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida.
Não pode ser responsável por um dia ruim...

Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. 
Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3, a dos amigos.
Ou mude de classe, transforme-o em colega.
Além do mais  a gente provavelmente também já  decepcionou alguém. O nosso desejo não se realizou?
Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa prá esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro:
(CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE).

Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.

Desejo para todo mundo esse olhar especial.

2015 pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro.

2015 pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular... ou... Pode ser puro orgulho!
Depende de mim, de você!
Pode ser. E que seja!!!
Feliz olhar novo!!!

Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizer jus e acreditarmos neles!"
2015 Maravilhoso para todos nós!!! 
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

28 dezembro 2014

Escrevendo um livro novo


Quando o ano de 2014 começou  ele era todo seu, como um Livro em Branco,e nele você podia colocar o que quisesse.

Podia  hoje não pode mais...já é um livro escrito, concluído.

Portanto, antes que 2014 termine reflita,
tome seu velho livro e o folheie com cuidado.
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência; faça o exercício de ler a você mesmo.

Aprecie aquelas páginas de sua vida...  em que você usou e fez o seu melhor  e leia também as páginas que gostaria  de nunca ter escrito...não, não tente arrancá-las, seria inútil.

Mas, você pode lê-las  enquanto escreve o novo livro que lhe será entregue.

Assim, poderá refazer as boas coisas que escreveu, e evitar repetir as ruins.

Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio.
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, 
beije-o.
Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele...
não importa como esteja...

E, quando o ano de 2015 chegar  lhe será entregue outro livro novo... limpo... branco... todo seu, no qual você irá escrever o que quiser e desejar.

Desejo que todos escrevam um livro melhor.
Que 2015 seja um Ano REALMENTE novo!
E que JESUS nasça... e que esteja sempre no seu coração...e que faça parte da na sua vida no novo ano.

Feliz livro novo.
Desconheço a autoria.
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

25 dezembro 2014

Repaginando a Vida

O natal já foi deixando um rastro de contos, fatos, histórias, umas bem tristes, outras dentro da sua normalidade por ser considerada  a festa da família cristã.
                                 E assim é...
Reunimo-nos em torno de uma mesa farta, e entre abraços festivos, comemoramos e bebemoramos o aniversário de alguém que nem sempre é lembrado.

Em evidencia comparece um velhinho de barba e cabelos brancos fartos, de estrutura física avantajada, tanto pela idade como pelo sedentarismo, roupa de cor vermelha, com um saco de presentes nas costas (coitadinho) sempre muito bem esperado, atraindo á atenção de todos independente da idade.

Confesso que no meu aprendizado bíblico não li referencia alguma sobre a data do nascimento de Jesus Cristo.  Daí a pensar então que o  dia 25 de dezembro foi mesmo designada por Roma para cristianizar o paganismo.
                                  Já ouviu falar nisso?

Naturalmente que a minha visão vem mudando de acordo com o passar do tempo.
Hoje, aos meus alguns anos, vejo o natal, tido como o aniversário  do Cristo Jesus, uma festa palpável...
comercializada onde  o melhor é o rendimento financeiro.
O espírito do natal... Ah! Esse faz parte das palavras automáticas inseridas no nosso vocabulário acentuado no último bimestre do ano.

Imagine quantas vezes as frases, feliz natal e feliz ano-novo, são repetidas com suas particularidades em som, tom, emoção, idioma diversos, quando somos invadidos pelas festas do final de ano.
                   Infinitamente incalculável.....
O mundo inteiro curva-se a essa energia mágica exercendo sobre nós uma trégua nas mais variadas formas de pensar e agir.

Podemos observar que falamos muito em amor, caridade,  solidariedade, compartilhamento....quem sabe pelo clima emocional que somos envolvidos diretamente, pelo fato de ver e sentir o quanto somos carentes, necessitados também de acolhimento e afeição.

Colocar em prática tudo que pregamos teríamos que sofrer uma lavagem cerebral no sentido de reformular  uma das caixinhas que faz parte da nossa massa cinzenta, a qual utilizamos  só dez por cento da sua real capacidade, onde armazenamos alguma frases repetitivas, tão repetitivas que muitas mascara o verdadeiro desejo de expressar sentimentos profundos e sinceros.

O repetir das frases são automatizadas na nossa mente acostumada, já viciada, como maneira única de desejar que as festas natalinas sejam vividas  em plena felicidade.

Que tal dizer... Que Jesus nasça... Ou esteja no seu coração... Ou que faça parte da sua vida no novo ano, em vez de feliz natal e um prospero ano novo.

Nessa época ficamos  mais  sensíveis  por conta das lembranças, tanto as mais antigas enraizadas pelo tempo, quanto as mais recentes ainda frescas que ocupam as nossa mentes, e nem sempre boas de lembrar.

Entramos em conflito com a saudade... Entes queridos  que já pegaram o trem azul em sua última viagem... Entes queridos  que se afastaram  simplesmente, mas continuam vivos e presentes em nossos corações.

Avaliar a vida através desses acontecimentos  me faz vigiar as  minhas atitudes no sentido de valorizar cada momento quando tenho a oportunidade de ainda estar viva.

E dizer “eu te amo” repetidamente é demonstrar o amor verdadeiro desmascarado, desnudo de preconceito e munido de sinceridade.
Pedir desculpas e perdão é reconhecer o erro tendo a chance de repará-lo com todas as honras e credibilidades.
              E é isso que estou a fazer agora.

Vou me recolher na minha caixinha do nada,
                (já ouviu falar desse lugar?)
É lindo, só você tem acesso, sua companhia é o bastante para repaginar a sua história, passar a limpo tudo que é necessário mudar, fazendo o novo se estabelecer na sua vida, e sem pensar em nada viver tudo o que mente e o coração deixar.
É uma experiência maravilhosa.
E voltar a realidade é ter a certeza de que ainda dá tempo de viver.

Que Jesus nasça...
Que Jesus esteja no seu coração...
Que Jesus faça parte da sua vida no novo ano.

 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

24 dezembro 2014

A magia do Natal


                              photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

O laço e o Abraço

Meu Deus! Como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço...
uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula
e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, t
udo isso cercado de braços.
É assim que é o laço: um abraço no presente,
no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece?
Vai escorregando... devagarzinho, desmancha,
desfaz o abraço.
Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então é assim o amor, a amizade.
Tudo que é sentimento.
Como um pedaço de fita.
Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer
a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga então se diz:
romperam-se os laços.
E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita,
sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam,
não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de se um laço!
Texto de Mário Quintana
               photo assinatura_7_zpsff26786e.gif
Que o natal e o ano que está chegando
nos uma mais por laços de amor e de
amizade,
sem esquecermos do amor maior
que vem de DEUS.
Feliz natal e um ano novo cheio de paz,
saúde e prosperidade.  
                                        

20 dezembro 2014

O natal no coração.

O que o anjo do natal deseja hoje ? nº 6
 
Abençoadas sejam as mãos que em memória de Jesus, espalham no Natal a prata e o ouro, diminuindo a miséria e a necessidade, a fome e a nudez!...

Entretanto, se não forem iluminadas pelo amor que ajuda sempre, esses flagelos voltarão amanhã, como a erva daninha que espreita a ausência do lavrador.

Não retenhas assim a riqueza do coração que podes dar, tanto quanto o maior potentado da Terra!
Deixa que a manjedoura de tua alma se abra feliz  ao Soberano Celeste para que a luz te banhe a vida.

Com Ele, estenderás o coração onde estiveres,seja para trocar um pensamento compassivo com a palavra escura e áspera ou para adubar uma semente de esperança, onde a aflição mantém o deserto!

Com Ele, inflamarás de júbilo os olhos de algum menino triste e desamparado e uma simples criança, arrebatada hoje ao vendaval, pode amanhã ser o consolo da multidão.

Com Ele  podes oferecer a benção da tolerância aos que trabalham contigo, transformando o altar de teu coração em altar de Deus!...
Que tesouro terrestre pagará o gesto de compreensão no caminho empedrado, o sorriso luminoso da bondade no espinheiro da sombra e a oração do carinho e do entendimento no instante da morte?

Natal no mundo é a epopeia do reconhecimento ao Senhor. Natal no espírito é a comunhão com Ele próprio.
Ainda que te encontres em plena solidão da pobreza e do infortúnio, sai de ti mesmo e reparte com alguém o dom inefável de tua fé.

Lembra-te de que Ele, em brilhando na manjedoura tinha consigo apenas o amor a desfazer-se em humildade, e em agonizando na cruz possuía apenas o coração  a desfazer-se em renúncia.
Mas, usando tão somente o coração e o amor, sem uma pedra onde repousar a cabeça converteu-se no Salvador do Mundo, e embora coroado de espinhos, fez-se o Rei das Nações para sempre.

Autor Espiritual: MEIMEI


 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

14 dezembro 2014

Impasse humano

O que fazemos de nós mesmos?
A verdade é que se olharmos bem o comportamento do homem dentro da nossa realidade pode-se observar que falamos muito, mas praticamos pouco.
Sentimentos nobres requer grandeza de alma para que seja instalados e desenvolvidos contagiando o maior número de pessoas no sentido de ser posto em prática e conseqüentemente tornando a nossa estadia por aqui mais  aproveitada e produtiva.

Sabemos conceituar... definir... cada um desses sentimentos, conhecemos os seus valores, sabemos das suas capacidades de ação quando são solicitados diante das necessidades surgidas no dia a dia, mas mesmo assim ainda precisamos domar, educar o lado contrário do nosso ser que vive adormecido,  bastando um momento de desequilíbrio emocional, para comprometer conceitos e valores modificando o nosso comportamento.

Ás vezes nos deparamos em situações que necessariamente temos que nos colocar em defensiva porque a própria dinâmica da vida nos faz ter ou ser contrario a  tudo que acreditamos e conseguimos construir juntamente com a  civilidade, que é refletida através da educação de um individuo  e a sua capacidade de socializar-se bem através de situações e experiências vividas ao longo de sua vida.

Vivemos de uma maneira individualista e prezamos muito o nosso “eu”, valorizando o “nós” como uma alternativa de seguir a vida preparando a caminhada e aproveitando as oportunidades surgidas ao longo desse percurso, procurando fazer o bem sem sofrer sacrifícios  e prejuízos.

Hum!! Quanta amargura....não.

È a pura realidade comprovada quando vemos ou sentimos o desprezo do homem pelo próprio homem  em evidencia estampado pelos meios de comunicação abertos ao mundo.
Lamentável  ver que estamos diante de um impasse em querer enganar a nós próprios ou enganar a realidade dos fatos.

Naturalmente que as possibilidades de reverter essa situação é grande, bastando espalhar...divulgar...dividir...compartilhar...
o maior de todos os sentimentos juntamente com seus acompanhantes, todos em completa harmonia nas mais ações de simplicidade, esforço e otimismo  contribuindo com a valorização humana.

Diariamente em curtos intervalos no tempo acontecem atos violentos contra a humanidade, não que isso seja novidade, mas o crescimento do lobo mau é atribuído a falta de valores éticos e morais.
Reconhecer que estamos impotentes diante das mudanças comportamentais do ser humano  é perguntar a nós mesmos o que estamos fazendo  com a nossa própria vida.

Manter aberta a porta do coração é abrigar, acolher, abraçar o outro coração carente de oportunidades.
Mas, até quando?
Posso parecer desesperançosa, mas meu lado perfeccionista 
me faz cobrar de mim mesma, imagine das pessoas ao meu redor, um comportamento mais justo, mais condizente em cada situação vivida.
Encaro tudo isso como uma faca de dois gumes. 
Ambos os lados, corta e faz sangrar deixando fluir as nossas ferramentas de trabalho(os nobres sentimentos) permitindo que as nossas decisões em ajudar...participar...cooperar 
seja absorvidas pela indignação ou transformadas 
em quem sabe um dia.
É o lavar das mãos do bem e do mal.
A amarga ironia do fato é o de "como seria bom se fosse assim" sem ter que também infringir as leis da boa conduta quando nos sentimos ameaçados.
Tem ideia de como é pensar assim?
E a vida? Ela segue...
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

13 dezembro 2014

A humildade.

O que o anjo deseja hoje?  
Dentre todos os sentimentos no homem o que mais mostra a sua dignidade é a humildade em reconhecer que vive cercado por tudo que é maior que ele, e buscar sempre conhecer o que o rodeia no sentido de desenvolver a sua capacidade de entendimento colocando-se  modestamente em um patamar de igualdade perante todos mesmo sabendo da sua grandeza de espírito e de verdade sem negar a sua origem.

Adquirida lentamente tem como base a flexibilidade em admitir  erros  com a mesma naturalidade que os acertos mantendo a sua simplicidade.
Valorizar ou subestimar seus atos, receber críticas ou elogios devem ser encarados como um trabalho interior diário, para que venha interferir no seu comportamento tanto individual como coletivo, contribuindo assim para melhorar o convívio pensando que ninguém é pior ou melhor do que os outros.

Na Bíblia encontramos uma série de homens que são mostrados como exemplos da verdadeira humildade. Vejam alguns:
1- Cristo: “Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso”. Mt 11.29;
2- Abraão: “Abraão voltou a dizer: - Perdoa o meu atrevimento de continuar falando contigo, pois tu és o Senhor, e eu sou um simples mortal”. Gn 18.27;
3- Jacó: “Eu, teu servo, não mereço toda a bondade e fidelidade com que me tens tratado”. Gn 32.10;
4- Davi: “O rei Davi entrou na Tenda Sagrada, sentou-se e orou assim:
 - “Ó SENHOR, meu Deus, eu não mereço tudo o que fizeste por mim no passado, e a minha família também não merece”. 2sm 7.18;
5- Paulo: “O ensinamento verdadeiro e que deve ser crido e aceito de todo o coração é este: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o pior”. 1tm 1.15; etc.

Assim Cora Coralina orava:
Senhor... Faça com que eu aceite minha pobreza tal como sempre foi.
Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter e se perdeu por caminhos errados e nunca mais voltou.
Daí... Senhor, que minha humildade seja como a chuva desejada caindo mansa, longa noite escura numa terra sedenta e num telhado velho.
Que eu possa agradecer a Vós, minha cama  estreita, minhas coisinhas pobres, minha casa de chão, pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha debaixo do meu fogão de taipa, e acender, eu mesma, o fogo alegre da minha casa na manhã de um novo dia que começa.


Leonardo da Vinci disse que pouco conhecimento faz com que as pessoas se sintam orgulhosas. 
Muito conhecimento, que se sintam humildes. 
É assim que as espigas sem grãos erguem desdenhosamente a cabeça para o Céu, enquanto que as cheias as baixam para a terra, sua mãe. 
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

11 dezembro 2014

Comissão nacional da verdade.

Há pouco mais de dois anos, enfim foi entregue ontem á presidente em exercício, 10 de dezembro de 2014, o dia  dedicado mundialmente aos direitos humanos, o relatório final, da comissão da verdade, sobre os acontecimentos praticados contra a humanidade durante o período entre 1946 e 1988, incluindo o período da ditadura militar entre 1964 e 1985, marcando assim um momento importante na historia brasileira.

Com a finalidade de promover a verdade histórica,
foi criada pela lei 12528 em dezoito de 2011 e instalada oficialmente em maio de 2012, para elucidar e  jogar luz nos porões da ditadura que ainda guardam tantos segredos a esclarecer e que comprometem historicamente a realidade
política do nosso  país.

São apontadas 377 pessoas como responsáveis diretas ou indiretas pela prática de tortura e assassinatos, graves violações de direitos humanos que são prisões sem base legal, a tortura e as mortes dela decorrentes, as violências sexuais, as execuções e as ocultações de cadáveres e desaparecimentos forçados tudo isso contra a população, e essas violações tornam-se crime contra a humanidade.

Os números são assustadores.
Mortos e desaparecidos em um  total de  434 pessoas, entre 210 desaparecidos, 191 mortos e só 33 corpos localizados.
Dentre os 377 suspeitos de tais crimes 138 já foram prestar contas a deus ou ao diabo pelos seus feitios  em nome de um  poder arbitrário e abusivo, inclusive  os cinco presidentes durante esse período.

A exposição desses documentos históricos fornece base para os futuros interessados em  estudar esse período que ainda deixa sem respostas,  as perguntas fundamentais que não foram esclarecidas aqueles que sofrem até hoje a falta do seu pai, irmão, amigo, tio, tia...... Por não saber onde estão e o que foi feito dos seus restos mortais, onde foi jogado, como foi destruído, e mais ainda por não ter o direito de colocar na lápide.... Aqui jaz a memória de um brasileiro que lutou pelo direito de viver em total liberdade dentro do seu próprio país.
Esses ficaram sem as devidas respostas.
Por que será que a comissão da verdade não achou  
as verdades sobre isso?

Militares acusados de tortura e outros crimes durante a ditadura militar (1964-1985), nunca foram julgados porque
a lei anistiou crimes praticados entre 1961 e 1979 promulgadas pelo Congresso nacional, que agora necessário seria que STF desse outra interpretação quanto ao fato para que os mesmos respondessem pelos seus crimes independentes de ser contra ou mesmo a favor da ditadura.

Naturalmente que a presidente  Dilma ficará desconfortável frente ao processo de levar a julgamento os militares que cometeram graves violações de direitos humanos favorecidos pela lei da anistia e pela sua própria afirmação:
"Nós reconquistamos a democracia a nossa maneira, por meio de lutas duras, por meio de sacrifícios humanos irreparáveis, mas também por meio de pactos e acordos nacionais que estão muitos deles traduzido na Constituição de 1988".

Pois bem... Historicamente falando houve um avanço e falar do passado sempre é possível tornar as coisas mais claras, administrando bem o presente, alcançando metas no futuro.
Sinceramente acredito também que por conta dos anos decorridos muita coisa passará abatida em virtude da frase
“ e a vida segue seu rumo ao futuro .
imagem= net
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

09 dezembro 2014

Festas baianas

Aberta a temporada de festas na Bahia.
Na verdade elas se sucedem uma após outra em pequenos intervalos de tempo, concentrados principalmente na época do verão.  
Tem como característica principal o sincretismo religioso... com suas  misturas de elementos sagrados e profanos quando as  pessoas vão às ruas celebrar os seus santos padroeiros, carregando-os e cantando louvores em demonstração de fé e confiança.
O clima de festa espalha-se pela cidade de uma maneira contagiante fazendo com que toda a sua população participe alegremente.
O ciclo das festas populares  inicia-se no dia 04 de dezembro com a Festa de Santa Bárbara, quando as comemorações se entrelaçam com as batidas de tambores e os cânticos da igreja católica.
A fé do povo baiano é vista através das longas caminhadas ao sol para reverenciar a sua crença.

Que sejam todos bem vindos á terra dos que estréiam.
Sem ressentimento á todos aqueles que querem separar-se da nossa região, mas certamente por aqui estarão marcando suas presenças, curtindo o nosso bom astral e ainda levando na bagagem as nossas energias calientes.

       Calendário de Festas. Tudo isso acontece na
                                               Bahia
- 1º de janeiro
Procissão  dos Navegantes
Local: Salvador – Baía de Todos-os-Santos

- 3 a 6 de janeiro
Festa da Lapinha – Apresentações de Ternos de Reis e Missa na Igreja
Local: Salvador – Largo da Lapinha

-  Lavagem do Bonfim
2ª quinta-feira após a Festa de Reis –
Em 2015 a festa será no dia 15 de janeiro com a  participação de seguidores do catolicismo, umbanda e candomblé, já que o Senhor do Bonfim de acordo com o sincretismo religioso na Bahia corresponde a Oxalá.

Local: Salvador – Conceição da Praia ao Largo do Bonfim- são 8 Km de caminhada ao sol.


- 19 de janeiro*
Festa da Ribeira
Local: Salvador – Bairro da Ribeira

- 16 a 19 de janeiro*
Lavagem de Barra do Pojuca/Abrantes
Local: Camaçari

- 23 a 26 de janeiro*
Lavagem de Guarajuba/Monte Gordo
Local: Camaçari – Monte Gordo

- 23 de janeiro a 25 de janeiro*
Festa e Lavagem de Santo Amaro
Local: Santo Amaro

- 5 de fevereiro*
Lavagem de Itapuã
Local: Salvador

- 2 de fevereiro
Festa de Yemanjá
Local: Salvador – Rio Vermelho

- 12 a 17 de fevereiro*
Carnaval 
De acordo com o Guinness Book of Records, o Carnaval de Salvador da Bahia é a maior festa do planeta.  25 quilômetros de ruas, avenidas e praças são ocupadas por foliões de todos os lugares do mundo.  
Salvador recebe uma média de 900 mil visitantes.
No Brasil, a festa começou a ser comemorada na época colonial, com o festejo dos escravos nas senzalas.
Aos poucos, foram surgindo os frevos, afoxés e enredos de samba que conhecemos hoje.
Os lugares mais disputados para passar o Carnaval no Brasil são Bahia, Rio de Janeiro e Olinda. 

- 18 de fevereiro*
Presente da Baleia
Local: Salvador – Itapuã

- 27 a 30 de março*
Lavagem de Arembepe
Local: Camaçari

- 29 de março*
Procissão de Ramos
Local: Salvador – Centro Histórico

- 29 de março
Aniversário de Salvador

- 3 de de abril*
Paixão de Cristo

- 4 de abril*
Sábado de Aleluia – Queima de Judas

- 5 de abril*
Páscoa

- 4 de junho*
Corpus Christi

- 1 a 13 de junho
Trezena de Antônio

- 23 e 24 de junho
 João da Bahia

- 29 de junho
Festa de  Pedro

- 2 de julho
Independência da Bahia
Local: Salvador – Campo Grande/Praça da Sé

- 13 a 15 de agosto
Festa de Senhora da Boa Morte
Local: Cachoeira

- 16 de agosto
Festa de  Roque
Local: Salvador – Igreja de São Lázaro/Federação

- 24 de agosto
Dia de Bartolomeu
Local: Maragojipe

- 7 de setembro
Independência do Brasil
Local: Salvador – Desfile do Campo Grande até a Praça da Sé

- 27 de setembro
Dia de Cosme e São Damião
Local: Salvador

- 20 de novembro
Dia da Consciência Negra
Local: Salvador – Caminhada do Curuzu ao Pelourinho

- 25 de novembro
Dia da Baiana
Local: Salvador – Pelourinho

- 2 de dezembro
Dia do Samba
Local: Salvador – Centro Histórico

- 4 de dezembro
Festa de Bárbara
Local: Salvador – Centro Histórico

- 8 de dezembro
Festa da Conceição
Local: Salvador – Comércio

- 13 de dezembro
Festa de Luzia
Local: Salvador – Igreja do Pilar

- 31 de dezembro
Réveillon
 E logo...logo começaremos tudo de novo.

Já pintou verão
Calor no coração
A festa vai começar
Salvador se agita
Numa só alegria
Eternos Dodô e Osmar

Na avenida Sete
Da paz eu sou tiete
Na barra o Farol a brilhar
Carnaval na Bahia
Oitava maravilha
Nunca irei te deixar, meu amor
                                                                                 
Eu vou
Atrás do trio elétrico vou
Dançar ao negro toque do agogô
Curtindo minha baianidade nagô ô ô ô ô

Eu queria
Que essa fantasia fosse eterna
Quem sabe um dia
A Paz vence a guerra
E viver será só festejar.
Baianidade Nagô
Banda Beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...