.

.

Mensagem do dia

27 julho 2014

Dinheiro...Você sabe qual a sua origem?


Por conta da chuva resolvi garimpar nas minas do meu armário e resgatei um tesouro de cédulas e moedas antigas, algumas... lógico, 
mas o bastante, que guardo para que as minhas netas futuramente as conheçam.

Nas minhas  mãos uma fortuna.
Na minha mente... qual a sua origem?
E lá veio mais uma curiosidade.
E claro que eu fui futucar as coisas lá no banco central.
Vamos lá...

E no inicio não tinha luz....e não tinha moeda.
Hoje como a chamamos é o resultado de uma longa evolução.
Praticava-se simples troca de mercadoria por mercadoria sem equivalência de valor .

Assim, quem tivesse algo mais do que o necessário para si e seu grupo, trocava este excesso com o de outra pessoa que tivesse alguma coisa  diferente e necessária a outrem  mais do que fosse precisar.
Esta elementar forma ,o  escambo, no  comércio foi dominante no início da civilização .

Algumas mercadorias pela sua utilidade passaram a ser mais procuradas do que outras. Aceitas por todos assumiram a função de moeda circulando como elemento trocado por outros produtos e servindo para avaliar-lhes o valor. Eram as moedas–mercadorias.

O gado bovino foi um dos muitos utilizados como moeda de troca. 
como também o sal de difícil obtenção principalmente no interior dos 
continentes onde era muito utilizado na conservação de alimentos.

Ambas deixaram marca de sua função como instrumento de troca em 
nosso vocabulário,  pois até hoje  empregamos palavras  como 
pecúnia (dinheiro)  e pecúlio (dinheiro acumulado) 
derivadas da palavra latina pecus (gado).

No Brasil  entre outras  circularam o Ca uri – trazido pelo escravo africano –o pau-brasil, o açúcar, o cacau, o tabaco e o pano trocado no Maranhão no século XVII devido à quase inexistência de numerário 
sendo comercializados sob a forma de novelos, meadas e tecidos.

Com o passar do tempo as mercadorias se tornaram inconvenientes às transações comerciais, devido à oscilação de seu valor pelo fato de não serem fracionáveis e por serem facilmente perecíveis não permitindo 
o acúmulo de riquezas.   
                               
Quando o homem descobriu o metal logo passou a utilizá-lo para fabricar seus utensílios e armas anteriormente feitos de pedra.
Por apresentar vantagens o metal se elegeu como principal padrão de valor. Era trocado sob as formas mais diversas.
O metal comercializado dessa forma exigia aferição de peso avaliação 
de seu grau de pureza a cada troca.

Os utensílios de metal passaram a ser mercadorias muito apreciadas.
Como sua produção exigia além do domínio das técnicas de fundição 
conhecimento dos locais onde o metal poderia ser encontrado e essa 
tarefa  naturalmente  não estava ao alcance de todos.

A valorização cada vez maior  desses instrumentos levou à sua utilização como moeda e ao aparecimento de réplicas de objetos metálicos  em pequenas dimensões que circulavam como dinheiro.
   
Na Idade Média  surgiu o costume de se guardar os valores com um ourives, pessoa que negociava objetos de ouro e prata. 
Este como garantia  entregava um recibo. 

Com o tempo  esses recibos passaram a ser utilizados para efetuar pagamentos circulando de mão em mão e dando origem à moeda de papel.
No Brasil, os primeiros bilhetes de banco, precursores das cédulas atuais, foram lançados pelo Banco do Brasil, em 1810. 
Tinham seu valor preenchido à mão tal como hoje fazemos com os cheques.

Com o tempo, da mesma forma ocorrida com as moedas, os governos passaram a conduzir a emissão de cédulas  controlando as falsificações
e garantindo o poder de pagamento.

As cédulas  geralmente  se apresentam no formato retangular e no sentido horizontal, observando-se  no entanto grande variedade de tamanhos. Existem ainda  cédulas quadradas e até as que têm suas inscrições no sentido vertical.

As cédulas retratam a cultura do país emissor e nelas podem-se observar motivos característicos muito interessantes 
como paisagens, tipos humanos, fauna e flora, monumentos de 
arquitetura antiga e contemporânea, líderes políticos, cenas históricas etc.

As cédulas apresentam  ainda  inscrições  geralmente na língua oficial 
do país, embora em muitas delas se encontre  também  as mesmas inscrições em outros idiomas. 
Essas inscrições  quase sempre em inglês visam dar à peça leitura para maior número de pessoas.

Pois é ... falar de dinheiro é falar de moeda bancária ( cheques ) 
e cartão de crédito que atualmente vem substituindo o papel moeda, 
mas isso é outra historia.
Querendo saber mais  visite a minha página na lateral do blog cédulas 
Brasileiras.

Aguardem os próximos capítulos sobre moedas brasileiras.

26 julho 2014

Dia das Mavós

Conta-se que lá pelo seculo. 1 A.C, viviam a SrªAna e o Srº Joaquim, casados há muito tempo e sonhava muito em ter um filho.
Nada mais justo se a suas idades não fossem  a maior dificuldade para que o sonho se tornasse realidade.

Oravam dia e noite pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança.
As orações chegaram a Deus que lhes enviou um anjo do Senhor e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter 
uma menina abençoada a quem batizaram de Maria.
Tiveram a alegria de conviver com Maria por pouco tempo. 
Ana morreu quando a menina tinha três anos.

Por conta dessa história, Srª Ana = Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e das que desejam ter filhos, mas sempre encontram alguma dificuldade.
A menina Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida para ser Mãe de Seu Filho.
Maria, Mãe de Jesus.
Jesus, neto de Ana e Joaquim.

Para celebrar e imortalizar a lembrança 
dos avôs de Jesus foi escolhido o dia 26 de julho 
para dedicar á todas as mães/avós,(mavós)
 independente de que para alguns é mais uma data comercial.

Mavós são as mães de "aluguel" sempre presentes na condição como segunda pessoa mais importante na condução dos filhos/netos (filhetos) que chegam sem pedir licença, arrasando quarteirão, gritando cheguei para ficar, sem saber se é dia ou noite, para eles tanto faz...sabendo (não sei como) que vão ficar aos cuidados de uma pessoa que exala sabedoria, experiência, abriga no colo como ninguém.

Filhetos são gotas homeopáticas abençoadas de Deus que traz como missão fortalecer relações de amizade, unir famílias e provar que enquanto aqui eles chegarem é sinal de que Deus ainda acredita nos homens.

Minha homenagem á todas as mavós  que como eu abraça com agradecimentos  aqueles que nos abraça com amor verdadeiro.
Assim eu penso.
Assim eu escrevo.

20 julho 2014

Balançando na rede com a Lindalva...


Meus amigos blogueiros...  fecebookeuiros... visitantes de plantão.....
Estou na-rede-com-a-sereia. em um ping-pong  de perguntas e respostas que faz aumentar a nossa corrente de amizade interligando os elos uns aos outros em busca de manter esse vínculo sempre presente em nossas vidas. 

Assim eu disse a Linda: 
Amiga, estou em lágrimas de contentamento pela felicidade que me proporcionou ao balançar na rede com você.
Linda amiga, você que é nota mil....consegue transformar alguns momentos  em grandes alegrias, fixando na linha do tempo marcas positivas que vão ser lembradas á vida toda. 
Esse é um dos meus momentos, Linda, que vou dividir com Deus e o mundo, em agradecimento por você existir e fazer parte da minha vida. AMEI.....Muitos abraços ...

http://na-rede-com-a-sereia.blogspot.com.br/


19 julho 2014

Curiosidade blogueira

                 Curiosidade blogueira

Sou uma recente blogueira e por curiosidade resolvi revirar os baús da minha cúmplice e parceira no sentido de matar minha curiosidade, em saber quem foi o primeiro a postar na net, talvez sem saber que iria causar uma grande revirada na história da blogosfera.
Gente... fala-se muito a respeito que chega a deixar dúvidas quanto a sua total veracidade.

Primeiro,  falar da blogosfera , o universo dos blogueiros, que representa o mundo dos blogs,  como uma comunidade ou rede social, cresceu em ritmo espantoso.
Atualmente existem cerca de 112 milhões de blogs e cerca de 120 mil são criados diariamente, de acordo com o estudo  da blogosfera  (State of Blogosphere).
Blogueiro  em português brasileiro , ou bloguista em português europeu  ou ainda blogger  são palavras utilizadas para designar aquele que escreve em blogues.
No dia  31 de agosto comemora-se o dia do blogueiro ou bloguista , devido a semelhança da data 31.08 com a palavra blog.

Então....
Você sabe quando foi criado o primeiro blog?
Você sabe quem foi o primeiro blogueiro?

Pois bem... achei nas minhas andanças que JORN BARGER é o criador  do termo weblog  em 17 de dezembro de 1999, há 17 anos portanto, mas já existia desde fevereiro de 1995 e mantém o seu blog com a mesma aparência  quando da sua criação  nos dando uma ideia de como era difícil ser blogueiro naquela época.  

Seria Jorn Barger o primeiro blogueiro?
Entendi que tem dúvidas no arrrrrrrrr.

Mesmo não sendo atualizado há algum tempo, (2008) o blog demonstra que é muito acessado ainda (325,577....), é como um museu da blogosfera, que deve ser aproveitado e visitado enquanto ainda está sendo mantido intacto.
Interessante, não é mesmo?

Segundo o seu perfil na net, Barger esta No Blogger desde setembro de 2005
Seus blogs:  
Canon 2.0 .
Robot Wisdom  = O RobotWisdom.com (Robô da Sabedoria)

Aos poucos, o termo weblog  foi sofrendo modificações,  quando Peter Merholz encurtou o nome , ficando assim “ blog “ que resolveu separar as palavras originais em we  blog, que significa “ nós blogamos “ colocando assim na lateral do seu blog,  Peterme.com, maio de 1999. Visitei o blog  de Peterme achando postagens de 2003.

                                  Curiosidades:
Evan Williams do Pyra Labs usou "blog" tanto como substantivo quanto verbo ("to blog" ou "blogar", significando "editar ou postar em um weblog"), aplicando a palavra "blogger" em conjunção com o serviço Blogger, da Pyra Labs, o que levou à popularização dos termos.

Pyra Labs ou Google Pyra Labs,é uma empresa do Google que desenvolveu e criou o Blogger um dos mais famosos serviços de criação de blogs da internet.
Os co-fundadores eram Evan Williams e Meg Hourihan
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

                            Mais uma....
Você já tinha ouvido falar que  o primeiro diário online foi criador por um brasileiro?
Isso antes do aparecimento de serviços como o Livejournal ou o Blogger, que só vieram em 1999.

O site do cientista e pesquisador brasileiro Cláudio Pinhanez, é considerado o primeiro a ser publicado em formato de diário virtual. 
O seu “Diário Aberto (visitei)”tinha o objetivo de documentar acontecimentos em sua vida e foi atualizado até 1996, mais precisamente em março de 1996.
Dessa eu não sabia...

Qualquer pessoa pode criar um blog automaticamente, ter seu espaço com direitos autorais, mas seguindo as leis que regem outros meios de comunicação.

• Tipos
Existem diversos tipos de blogs na web atualmente, mas os principais são:
- Blogs pessoais
- Corporativos e organizacionais
- Blogs de gênero(s)

• Plataformas:
Existem atualmente varias plataformas para criação de blogs entre elas as principais e mais populares são:
-Blogger
-Wordpress
-Joomla.

Agora vamos falar da diferença entre:
Termos freqüentemente usados ​​indistintamente para significar a mesma coisa.

Um diário  organizado por data e tem espaço para você escrever o que aconteceu ao longo do dia.

A revista é um diário em um sentido.
Usado para documentar acontecimentos da vida como um diário, mas não é necessariamente uma atividade diária.
Escreve esporadicamente.

Um blog é uma forma de diário ou revista, sendo digitalizado e lançado na Internet. Estes são muitas vezes referidos como diários on-line / revistas ou blogs pessoais.

Não pense que acabou.
É muita coisa para falar em uma só postagem.
Quem sabe, não vai faltar oportunidade.
Bem interessante, não é?
O que você tem a me dizer sobre isso?

Assim eu achei.
Assim eu escrevi.

17 julho 2014

O Pote dos Amigos


No fim do arco iris tem... um pote cheio de ouro,  diz a lenda. 
Eu digo que no fim do meu  arco iris tem... um pote cheio de amigos.

Quando falamos do dia do amigo, ficamos sempre em dúvida qual a data certa para a comemoração.
Dia 18 ou 20 de julho?

O homem pisou na lua no dia 20 de julho de 1969.
O argentino Enrique Ernesto Febbrar diante do feito desse porte, 
o homem chegar á lua, imagine....resolveu criar o dia do amigo demonstrando assim que se o homem unir-se ao seu semelhante, 
não haveria objetivos impossíveis de ser alcançados.
Realmente com união toda força se transforma em vitória.
Tudo é possível.
Assim ele pensou...

Aos poucos a data foi sendo adotada em outros países e hoje, em quase todo o mundo, o dia 20 de julho é o Dia internacional do Amigo comemorado especialmente pela Argentina e o Uruguai.

Já no Brasil, apesar de não ser regulamentado por lei, 
o dia do amigo é comemorado popularmente em 18 de abril.
E viva nossos amigos brasileiros!!!!!!!!!!!!!!

O país também vem adotando a data internacional, 20 de julho, sendo inclusive instituída oficialmente em alguns estados e municípios.
E viva os nossos amigos estrangeiros!!!!!!!!!!!!!!!!!

Lembrando que também existe o dia internacional da Amizade c
riado pelas Nações Unidas em 2011, no dia 30 de julho de cada ano.
Independente da data, desejar aos meus amigos um grande dia  é abraçar á todos de uma maneira especial.
Vocês, amigos são os elos da minha corrente chamada amizade.

Os tipos de amizades e de amigos
Amigo ÍMÃ
Carrega você para todos os passeios...

Amigo IRMÃO
Muitas vezes você acha que ele é até melhor que seu próprio irmão...

Amigo PARCEIRO
Sempre pronto para o que der e vier.

Amigo "VIAGEM NA MAIONESE"
Embarca junto com você em seus sonhos mais mirabolantes.

Amigo BARULHO
Quando sai, deixa um silêncio incrível...

Amigo BANQUEIRO
Sempre ajuda você na$ hora$ mai$ difícei$

Amigo POPULAR
Você tem que entrar na lista de espera para falar com ele

Amigo PROTETOR
Defende você em situações difíceis.

Amigo ESOTÉRICO
Acredita que existe 'uma razão' para tudo.

Amigo OTIMISTA
Esse tem a solução para tudo.

Amigo CONSELHEIRO
Vive lhe dando conselhos, mesmo que você não peça.

Amigo ANTIGO
Para ser preservado.

Amigo NOVO
Para ser conquistado.

Amigo SÁBIO
Sabe quando falar e quando calar.

Amigo EXPERIENTE
Sempre sabe como fazer as coisas.

Amigo ANUAL
Você encontra uma vez por ano, e nota que o tempo não acabou com o sentimento de amizade...

Amigo MÃE
Sempre pronto a dar um colinho.

(Autor Desconhecido)
Achei na net, minha parceira de busca e cumplicidade, a mensagem logo abaixo de autoria desconhecida. Se por ventura alguém se manifestar contra por favor, fique á vontade ......

12 julho 2014

Copa 2014 # A finalíssima # .....Até 2018


Fechem as cortinas... recolham as bandeiras...guardem as cornetas, enrolem o tapete verde da grama. 
O espetáculo acabou.

O cenário mudou á medida que os personagens principais deixaram que a historia tomasse um rumo diferente daquela  que a platéia esperava.

O teatro até então superlotado com um som ensurdecedor de gritos  e palmas da  platéia, se tornava mais exigente a medida que o tempo passava.
Nos bastidores os sentimentos mais diversos aflorado  dos corações insatisfeitos ajudava  a  denegrir a imagem do seu próprio país.

Nas ruas até então pra onde o olhar era desviado, viam-se tudo ou quase tudo em cores verde e amarelo.
Estavam em lugares mais inusitados, mesmo sem esperar vê-las, estavam elas lá fazendo parte de todas  e quaisquer imagens, colorindo fachadas,  embelezando rostos de todas as idades, sem distinção de cor e status social, conseguindo unir a elite branca e a elite negra/parda em um lugar público onde a massa humana tornou-se uma só. 
Somos todos brasileiros.

Nas  janelas.. nas sacadas... as bandeirolas sacudiam ao vento zuando  um vamos lá Brasil mostrar a sua força nas chuteiras... e nos muros pintados a imagem do mascote esperava ouvir... eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor ô....ô...ô....

Naturalmente que tudo isso foi complementos para uma grande festa, a qual os olhos do mundo  voltaram-se exclusivamente para ela, fazendo o povo brasileiro esquecer  as verdadeiras reais necessidades na pele, no bolso, na saúde, na educação, na segurança.

Pois bem entra mais uma vez no palco a nossa, a sua, a de todos nós a seleção brasileira que independente da má fase e atuação, será sempre a seleção de respeito e reconhecimento, pelas conquistas e os louros que vivemos muitas vezes sob lagrimas de contentamento e felicidade.

É  ora e vez das lagrimas de tristeza.
É  ora e vez da decepção preencher os nossos corações verde e amarelo despertando  assim o senso crítico de nós  torcedores, que nos sentimos também parte da comissão técnica, quando opinamos, quando exigimos  a presença em campo desse ou aquele jogador.

Ah! Como gostaríamos de estar lá, invadir  o campo e fazer o gol tão sonhado dando a vitória ao povo brasileiro.

Bom..não foi dessa vez. Mas nem por isso vamos deixar de torcer pela seleção brasileira, pelos jovens que passou por aqui,  e outros tantos que vão chegar cheios de vontades, desejos, esperanças e acima de tudo sair vencedores da próxima copa do mundo, lá em 2018.

Já pensou se a seleção brasileira  fosse a vencedora de todas as copas? 
Já não teríamos copa, não teríamos disputas... nem com quem disputar, portanto a seleção brasileira tem que permitir que outras seleções ganhem um espaço na história do futebol.
Não somos tão egoístas assim, somos?
Somos um meninão em fase de crescimento, mas um povo lindo de se ver.

Chico cantou assim:
Não chore ainda não,
Que eu tenho um violão,
E nós vamos cantar,
Felicidade aqui,
Pode passar e ouvir,
E se ela for de samba,
Há de querer ficar.

Olê... Olê...Olê...Ola...
Tem samba de sobra,
Quem sabe sambar,
Que entre na roda,
Que mostre o gingado,
que a vida é boa,
Para quem quer cantar.

Assim eu penso.
Assim eu escrevo.


10 julho 2014

Copa 2014 # Seleção Brasileira # Parte final

Enfim.... o que seria um sonho, aos seis  minutos do primeiro tempo tudo transformou-se em pesadelo.
Em jogo contra a seleção alemã, em Belo Horizonte, a seleção brasileira perdeu de maneira histórica  a oportunidade de  tornar-se  mais uma vez a campeã  mundial  na copa de 2014.

Cheia de rótulos, tipo: vexame, tragédia, massacre, vergonha, humilhação, tropeço, bagaço...essa derrota histórica foi marcada pelo número de gols sofridos em um único dia, esse que ficou registrado nas páginas do livro do futebol, como o dia da vergonha.

Tragédia é o que está acontecendo em Israel. Crianças sendo trituradas por bombardeios. Isso sim é tragédia. 
Podemos encarar o episódio como um fato real que aconteceu, o qual é muito ruim por fugir ás nossas expectativas e que nunca será esquecido.

As intempéries da vida continua causados fortes temporais  no sul do país, que ainda sofre com enchentes e deslizamentos fazendo com que mais de 50 mil pessoas deixarem  suas casas sem assistir os jogos que tanto esperavam. Isso sim é tragédia.

Massacre é  matar em massa pessoas (torcida )que não podem defender-se. Entre mortos e feridos salvaram-se todos.

A atual seleção brasileira entrou de forma melancólica e triste na história do futebol..
Maior goleada dentro da copa do mundo em 100 anos, e há 30 anos uma seleção européia não ganhava da seleção brasileira, mas, sempre tudo na vida tem uma primeira vez.

Não é hora de procurar o (os ) culpado e o ( os ) inocente, mas de pensar que é preciso  melhorar, buscar crescer através de planejamento e preparação.
Não basta escolher os melhores, mas  capacitá-los no sentido de doar-se por inteiro com humildade , conscientes que são os melhores , mas não os únicos.

A família scolari, é formada por homens jovens, talentosos, capazes, mas, uma família episódica... forasteira... espalhados pelos quatro campos do mundo, que só existe em função de uma tarefa a cumprir no tempo de quatro em quatro anos.
Família é união, cumplicidade, companheirismo, parceria, presença....

O dia em que o país passou por  esse constrangimento,  não foi o dia que perdeu o seu encantamento, ele continua e continuará independente do resultado copal, lindo e trigueiro... cheio de mulatos isoneiros, de morenas sestrosas, cantado em versos e com o seu povo hospitaleiro e gentil.

As manchetes  do mundo inteiro falam da fragilidade  da seleção brasileira, afundando a imagem do Brasil no futebol.
Inacreditável  a rendição diante da seleção adversária assim é dito.
Incrível como o nosso  próprio povo ajuda a dar o tiro de misericórdia quando faz questão de  mostrar....divulgar... difundir... frisar... e re,re,repassar as imagens do episódio marcante, assim dificultando que imagens positivas façam parte da nossa memória recente.

Não é  a toa que dizem que o brasileiro não tem memória.
Virar a página da desgraça alheia é difícil.
Generalizando é lamentável o comportamento da mídia de um modo geral.

O fato de jogar em casa tornou a vitória uma exigência da nossa torcida, conseqüentemente como não houve, tudo  até aqui construído ao longo de anos se perdeu mediante a vontades, desejos insatisfeitos e não realizados, esquecendo-se facilmente das alegrias vividas  dias antes.
Nós somos cruéis também quando queremos ser.
  
Em sinal de respeito e reconhecimento, a torcida aplaudiu de pé a seleção alemã, e esse comportamento mostrou que a seleção brasileira continua merecedora de respeito e reconhecimento tanto quanto, por conta da sua trajetória até aqui, por todas as conquistas alcançadas, e que uma derrota sofrida, difícil de entender, não vai apagar  o brilho do futebol brasileiro e muito menos do nosso povo.
O que realmente houve só deus sabe.

Os “meninos” estão bem estruturados. Não há o que temer nem questionar. Alguns poderão como jogador vivenciar a próxima copa. Outros selaram o seu destino copal. 
É isso... a vida segue...

O risco de especulação quanto a realização da copa no Brasil fica por conta de todos aqueles que se envolveram, e quem sabe mais tarde  as verdades verdadeiras venham a tona das profundezas do mar das possibilidades.

Pois bem.... Somos 200 milhões de técnicos, mas só um pode dar a direção oficial. 
Dentro de cada coração que continua verde e amarelo, está uma comissão técnica pronta para entrar em campo e mostrar seus dons que são considerados os melhores (só por ele mesmos)  do que todos aqueles que estão  mostrando a cara para o mundo inteiro.

Crucificar alguém como o Filipe scolari agora, ou mesmo tripudiar em cima da imagem de cada jogador, seria o mesmo que bater o primeiro prego, esquecendo que já nos deu a alegria como técnico da Seleção Brasileira em 2002,  onde a seleção alemã ficou em segundo lugar, e em 2013, ele fez da seleção brasileira a  campeã da Copa das Confederações.

Mas..Ficamos bem.
O legado que herdamos por direito são doze estádios, viadutos, alguns ainda em fase terminal (a copa acabou, o viaduto segue em construção para os eventos futuros) metrô pela metade do caminho ( o resto ainda virá) lembrança das  vidas ceifados por conta de obras de construção duvidosa e um dívida a ser pagar para o resta da vida.
O bom nisso tudo é que sempre haverá uma nova chance. 
Rumo a 2018.

                              PARA PENSAR:
Estavam nos PÉS dos jogadores brasileiros a responsabilidade de fazer do país, o único país com seis taças, seis vitórias  em copa do mundo.

Está nas MÃOS da  torcida brasileira a responsabilidade de fazer do país, o país com muito mais de seis vitórias no campo social - econômico do mundo.

Participem conscientemente do próximo evento brasileiro.
As eleições de 2014
A peça teatral esta pronta para entrar em cartaz, os personagens todos já de língua afinada nas suas falas para “emprenha” as suas platéias  pelo ouvidos e esperar nascer prematuramente os resultados das “anomalias”
Assim eu penso.

Assim eu escrevo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...