.

.

Mensagem do dia

19 abril 2015

AS CORES DA LUTA

                                 Luta verde e amarela
 Lá pelos anos de 1792 ,no dia 21 de abril foi executado em praça pública, para servir de exemplo, Joaquim Jose da silva Xavier, considerado um herói, um Mártim nacional,  porque lutou num período em que nosso país sofria o domínio e a exploração de Portugal. 

Atualmente... Livres de Portugal, estamos reféns dos nossos próprios conterrâneos, os brasileiros, que nos mantém aprisionados nas senzalas e nos porões onde a senhora corrupção interfere no nosso modo de vida.

Precisamos de um herói ou um Martim nacional dotado de capacidade de organização e liderança, que lute pela libertação do Brasil das garras dessa velha senhora que assola toda o país em todos os setores principalmente nas questões  socioeconômicas

Não muito distante, por duas vezes consecutivas em um ligeiro espaço no tempo (15 de marco e 12 de abril de 2015) vimos o resultado de uma política de ausência,  a qual gera conflitos, produz conseqüências, alimentando uma insatisfação geral por conta de um governo descomprometido com o  povo que o elegeu mediante falas carregadas de falsas promessas.

Tudo isso é reflexo de um povo que se sente agora também traído, porque cansado já esta há muito tempo por ser tratado como marionetes usados pela velha senhora corrupção, citada pela nossa presidente em exercício,  senhora Dilma Rousseff,  como sinal de que há muito ela vem deixando seu rastro podre e pobre dentro da nossa sociedade. 
Evidentemente que sinais  já vinham  anunciando a precariedade do quadro político sócio econômico.      

Tudo se equilibra na corda bamba, por conta da conjuntura que se anuncia, descontrole da inflação, aumento do desemprego, juros altos, aumento nas tarifas de serviços públicos empobrecendo mais o povo brasileiro. 
Se o governo dá com uma mão, retira com a outra de uma forma transvestida em assalto ao bolso alheio.

Neste contexto observamos um estado ineficiente  quanto à capacidade de condução da economia mal estabelecida,  prejudicando o panorama geral,  mostrando-se frágil e incompetente.

Baseado em números, fica o governo, a imprensa, os órgãos pesquisadores, a PM, a analisar o tamanho da insatisfação?
As interpretações… as divergentes informações em relação ao número de pessoas presentes  nas ruas brasileiras  deixam a desejar.

A diminuição do número de pessoas nas ruas não quer dizer que não houve progressos quanto a intenção das caminhadas, quanto a demonstração da insatisfação pela permanência da comandante atual  do governo.

A marcha mesmo que declinando não produz a diminuição dos sentimentos.
Pessoas fora dessas manifestações também mostram em algum momento,  crescimento  da participação e apoio, batendo panelas, piscando luzes, colocando bandeiras nas sacadas, demonstrando que ainda é tempo de luta e progresso.

Manifestação expressiva....nos  leva a crer que o movimento de confronto pede e quer passagem para alcançar os objetivos estabelecidos em busca por um sistema qualitativo  e  igualitário em beneficio de todos. 

E Viva o povo brasileiro. ( dia 22 de abril )
E viva o povo indígena ( dia 19 de abril)sofredor também do sistema governamental brasileiro.
Quer conhecer melhor? Visite o site
https://mobilizacaonacionalindigena.wordpress.com/
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Para você tudo de bom e um carinho sempre novo em agradecimento pela sua presença no fim do arco iris. Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...