.

.

Mensagem do dia

31 dezembro 2016

Novo ano feliz


26 dezembro 2016

Carpe Diem?

Você conhece a expressão Carpe diem?
O termo foi escrito pelo poeta latino Horácio (65 a.C.-8 a.C.).
Quis dizer ele “colha o dia de hoje, o tempo presente, usufruindo os momentos intensamente, sem confiar minimamente no que o futuro reserva”.
 O futuro é a morte. A única certeza que todo o ser vivente tem sabendo que é breve o espaço do tempo até o dia depois de hoje e que deve ser aproveitado antes que seja tarde.

De que chamamos o dia depois do hoje?  De amanha?
Existe um amanhã? Ou é um dia após de hoje?
O certo é que a cada manhã acordamos com um novo desafio.
Hoje... Sempre hoje, o de nos manter vivos.
Dizer que ninguém esperava o que de ruim acontece é cruel e desumano.
E quem vai aguardar ansiosamente o inesperado?
O que de fato maltrata e fere?

Certeza é que em uma fração de segundo, o controlador de destinos implacavelmente te consome, muda, transforma, mata e nos faz querer segurar o tempo que nos escapa por entre os dedos da agonia.
Conte o tempo sempre como hoje e refira ao outro dia como depois de hoje.

Este tema é muito popular no âmbito da literatura, e vários autores, mesmo sem usar a expressão, defenderam o carpe diem ao longo das suas obras e vão te inspirar a querer aproveitar melhor o teu dia!
Vamos ver e colocar em prática. Viver mais... Reclamar menos.
A vida é breve, por isso agora é hora de parar de reclamar e aproveitar o que a vida te dá de bom dia após dia.

Vamos lá? Carpe diem! 

25 dezembro 2016

Eu sou o tempo.

Eu sou o tempo,
Você acha que eu passo rápido, que eu não volto que eu não perdoou É verdade!
Mas agora eu estou aqui pra gente conversar com calma;
Você sempre pediu mais tempo e isso eu nunca pude dar.

Então a humanidade criou esse incrível mundo digital e você virou senhor de cada minuto.
Mas pelo que eu vejo o ano já está acabando e todos continuam correndo contra o relógio,
Por isso eu gostaria de te dar um conselho Pense menos em mim e mais em você!
É perdendo tempo que se ganha à vida!
Neste ano, quanto tempo você passou com a sua família?
Dando beijos?Jogando conversa fora com os amigos?
O segredo do tempo não está nas horas que passam,
Está nos momentos que ficam que são eles que vão contar a sua história.
Eu sei disso Eu sou o tempo!

COMERCIAL DO BANCO ITAÚ

24 dezembro 2016

Um prato difícil de preparar.

Família é prato difícil de preparar.
São muitos ingredientes. Reunir todos é um problema, principalmente no Natal e no Ano Novo.
Pouco importa a qualidade da panela, fazer uma família exige coragem, devoção e paciência.
Não é para qualquer um.
Os truques, os segredos, o imprevisível.
Às vezes, dá até vontade de desistir.
Preferimos o desconforto do estômago vazio.
Vêm á preguiça, a conhecida falta de imaginação sobre o que se vai comer e aquele fastio. Mas a vida, (azeitona verde no palito) sempre arruma um jeito de nos entusiasmar e abrir o apetite. O tempo põe a mesa, determina o número de cadeiras e os lugares.
Súbito, feito milagre, a família está servida.
Fulana sai a mais inteligente de todas.
Beltrano veio no ponto, é o mais brincalhão e comunicativo, unanimidade.
Sicrano, quem diria?
Solou, endureceu, murchou antes do tempo.
Este é o mais gordo, generoso, farto, abundante.
Aquele o surpreendeu e foi morar longe.
Ela, a mais apaixonada.
A outra, a mais consistente.
E você?
É, você mesmo, que me lê os pensamentos e veio aqui me fazer companhia.
Como saiu no álbum de retratos?
O mais prático e objetivo?
A mais sentimental?
A mais prestativa?
O que nunca quis nada com o trabalho?

Seja quem for não fique aí reclamando do gênero e do grau comparativo. Reúna essas tantas afinidades e antipatias que fazem parte da sua vida. Não há pressa. Eu espero. Já estão aí? Todas? Ótimo. Agora, ponha o avental, pegue a tábua, a faca mais afiada e tome alguns cuidados. Logo, logo, você também estará cheirando a alho e cebola.
Não se envergonhe de chorar.
Família é prato que emociona. E a gente chora mesmo.
De alegria, de raiva ou de tristeza.

Primeiro cuidado: temperos exóticos alteram o sabor do parentesco. Mas, se misturadas com delicadeza, estas especiarias, que quase sempre vêm da África e do Oriente e nos parecem estranhas ao paladar, tornam a família muito mais colorida, interessante e saborosa.

Atenção também com os pesos e as medidas. Uma pitada a mais disso ou daquilo e, pronto, é um verdadeiro desastre.

Família é prato extremamente sensível. Tudo tem de ser muito bem pesado, muito bem medido. Outra coisa: é preciso ter boa mão, ser profissional. Principalmente na hora que se decide meter a colher. Saber meter a colher é verdadeira arte. Uma grande amiga minha desandou a receita de toda a família, só porque meteu a colher na hora errada.

O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita. Bobagem. Tudo ilusão. Não existe Família à Oswaldo Aranha; Família à Rossini; Família à Belle Meunière; Família ao Molho Pardo, em que o sangue é fundamental para o preparo da iguaria. Família é afinidade, éà Moda da Casa”.
E cada casa gosta de preparar a família a seu jeito.

Há famílias doces. Outras, meio amargas. Outras apimentadíssimas. Há também as que não têm gosto de nada, seria assim um tipo de Família Dieta, que você suporta só para manter a linha. Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo. Uma família fria é insuportável, impossível de se engolir.

Enfim, receita de família não se copia, se inventa.
A gente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia.
A gente cata um registro ali, de alguém que sabe e conta, e outro aqui, que ficou no pedaço de papel. Muita coisa se perde na lembrança. Principalmente na cabeça de um velho já meio caduco como eu. O que este veterano cozinheiro pode dizer é que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família é prato que você tem que experimentar e comer.
Se puder saborear, saboreie.
Não ligue para etiquetas.
Passe o pão naquele molhinho que ficou na porcelana, na louça, no alumínio ou no barro.
Aproveite ao máximo.
Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete.

"O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem"
("O Arroz de Palma, de Francisco Azevedo)

Um natal cheio de família para você.

Uma família cheia de natal pra você. 

20 dezembro 2016

Rumo a 2017

Recebi esta mensagem, pelo WhatsApp.
Desconheço a autoria.
Achei uma mensagem sensacional e bem apropriada para a época de Natal e Ano Novo.
Resolvi compartilhar com você.
Atenção senhores passageiros!
Está na hora de renovarem os passaportes!
Estaremos dentro de pouco tempo, começando mais uma viagem, com um tempo previsto em todo o trajeto de 365 dias.
Carimbem o passaporte, definam o destino e embarquem na plataforma 2017.
Quem tiver mágoas, ressentimentos, pendências e tristezas antigas na bagagem, favor descarregá-las no Balcão 2016, ao lado dos banheiros.

Recomendamos o uso dos sapatos da boa vontade e as camisas do otimismo, evitando, durante a viagem, as saias justas da competitividade insana e os nós da gravata da ambição desenfreada.

Os passageiros que portarem sorriso nos lábios, coração aberto e mãos prontas a construir terão assento preferencial ao lado da janela da felicidade.

Solicitamos a todos que apertem o cinto da esperança e recomendamos que ninguém, em hipótese alguma, utilize a saída de emergência durante a viagem.
Caso haja períodos de turbulências, mantenham a calma e a confiança no piloto desta aeronave, o Grande Comandante Universal. Deus.

Em qualquer situação de medo ou desespero, contem também com nosso atendimento de bordo realizado, permanentemente, por nossos anjos do espaço que estarão ao lado de cada passageiro.

Recomendamos durante todo o trajeto, atitudes de solidariedade, de atenção e carinho, principalmente, com as crianças e idosos, o que garante a participação em nosso programa de milhagem.

O ar das cabines, em virtude das ações do homem, está extremamente seco, por isso, sugerimos a ingestão de água durante toda a viagem.
Além disso, moderação com os alimentos gordurosos. Recomendamos, também, exercícios físicos como exercitar as pernas, braços e pés, evitando os inchaços prejudiciais à saúde.

Importante lembrar que, embora tenhamos pessoas viajando em classes diferentes, nada assegura que na próxima viagem os passageiros terão direito aos mesmos assentos.  Portanto, respeito e bom relacionamento com cada companheiro de viagem, independente da classe a qual pertença, será motivo de avaliação no momento do checkout.  Para isto lembramos utilizarem o crachá da amizade e palavras de agradecimento e compreensão.

Como já é de conhecimento de todos, teremos muitas escalas durante o trajeto, o que implica na necessária entrada e saída de pessoas, valendo recordar em todos os momentos da contínua confiança no Grande Comandante Universal.  Deus;
A todos, uma excelente viagem.
A todos um feliz natal e um novo ano de novidades boas.

17 dezembro 2016

Reinventando o natal

Aos poucos... Faltando alguns dias ele vai nos deixando.
Pense e responda reflexivamente para você mesmo. 
O ano de 2016...foi bom para você?
Posso dizer que foi surpreendente.  Ainda está sendo. Para nós brasileiros também. A cada minuto é um flex.

De mãos dadas com ele todos nos independente de onde quer que estejamos, vamos atravessando as mais variadas situações por caminhos cheios de interrogações, incertezas, por conta das aflições que atinge os corações sedentos de respostas  para que se possa sobreviver ao tsuname nas questões gerais,
( quer na política, no social,  no econômico...) gerada de uma maneira consciente pelo próprio homem.

Somos reféns dos nossos próprios erros.
È triste e lamentável. 

Estamos vivendo os dias de natal que é uma festa mundialmente comercial, onde  a figura do papai Noel se faz presente completando a magia do momento.

Muito bom isso se o espírito natalino alcançasse também todos os corações de uma maneira única aguçando os que já tem, e dando uma visão especial aos apelos do mundo através de seus habitantes, meros passageiros das ultimas agonias, cegos pelo poder do dinheiro, ganância do eu quero mais, que se dane o meu próximo, afinal quem é o meu próximo?

Espero sinceramente ninguém se esqueça de incluir nos seus pedidos de natal, para si e suas famílias, no meio do coro das canções natalinas, no colorido das bolas penduradas nos falsos pinheiros tradicionais cheios de pisca-pisca, na mesa farta rodeada de familiares, nos gritos de FELIZ NATAL, lembrem-se de orar também pela:
Pela  paz na Síria....
Pela fome no mundo...
Pelos órfãos da guerra...
Pela crise de refugiados na Europa...
Pelos idosos esquecidos nos asilos...
Pelo respeito às sociedades como um todo...
Pela intervenção de deus no congresso brasileiro...  
Pelos abandonados a sua própria sorte...
Pelos conflitos mundiais que envolvem armas de todas as
naturezas causadoras de grandes impactos aos interesses da raça humana...
Pela organizações Cruz Vermelha, Médicos sem Fronteiras
aliviadores do sofrimento humana,  garantidores  de seus direitos.
E....pela certeza de que o  clima de paz no mundo é ilusório.

Mas, afinal não estamos celebrando o natal?
E o que é o natal para você?
Data de nascimento de Jesus Cristo?
Natal não é dividir, compartilhar, desejar que o mundo seja bom para nós todos?
Certamente assim será a partir do momento que tivermos consciência de que depende de nós, só de nós, para mudarmos as situações que o compromete.

Estamos todos em guerra.
Quer sejam conflitos emocionais... pessoais... proporcionais as nossas ações diárias. Pense nisso....
Vamos  reinventar o natal de 2016 com muito mais orações a deus para salvação do homem. 

08 dezembro 2016

Dia da família

A família pode ser definida como um grupo de pessoas ligadas por descendência, ou seja, dentro de uma família existe sempre algum grau de parentesco.
Membros de uma família costumam compartilhar do mesmo sobrenome, que vem de herança de um parente em comum, geralmente bem antigo.
A data serve para homenagear e lembrar a importância da presença da "instituição" familiar na vida de uma pessoa, ajudando na formação da educação, cultura, da moral e da ética comum a todos.
Mamãe e mamãe, papai e papai, vovó e vovô… Todos os tipos de famílias são legítimos, afinal de contas a família é quem acolhe e ama!
A família é um dos bens mais preciosos, pois estão presentes não apenas nos momentos de felicidade, mas também nos tempos difíceis. Diga a sua família o quanto ela é especial para você!
                        Origem do Dia Nacional da Família
O Decreto de Lei nº 52.748, de 24 de outubro de 1963, intitula 8 de dezembro como sendo o Dia Nacional da Família. A data foi escolhida por coincidir com o Dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.
Por este motivo, a data era considerada um feriado religioso antigamente, porém, hoje em dia é facultativo.
O Dia Internacional da Família é celebrado  em 15 de maio.
 Parabéns a todas as famílias do Brasil!
Fonte =Calendário Online Feriados e Datas Comemorativas do Brasil.

01 dezembro 2016

Natal amarelo e verde.


Dezembro chegou trazendo desde já o clima de festas do fim do ano, e com ele a expectativa de que no ano vindouro tenhamos mudanças relevantes na política brasileira de um modo geral. 
Acredito que cada coração brasileiro é o que mais deseja. 
Vamos  à corrente verde e amarela. 

De repente quem sabe.... a magia do natal que ainda existe nos corações recheados de boa vontade se faça presente transformando  o mundo em um lugar de paz e harmonia plena, principalmente que adentre o congresso nacional brasileiro, e coloque  no lugar dos  corações dos homens de má vontade, o bom senso e a decência  para que devolvam a paz a sociedade brasileira.   

                           O nosso natal é verde e amarelo 

A tradição natalina nos revela muitas histórias fantasiosas sobre papai Noel. 
Não sei como ele aqui chegou, mas papai Noel é brasileiro. 
Bom, primeiro lá pelo sec. IV Nicolau que era arcebispo, mas que ainda não era santo,  para ajudar o próximo sem que ninguém  soubesse, colocava saco com moedas de ouro nas chaminés das casas. 
Foi na Alemanha muitos anos depois que Nicolau passou a ser um símbolo natalino e já santo por conta de milagres lhe atribuído, começou a sua jornada em todo o mundo, vestindo a sua indumentária original de bispo de Mira.  Nada de roupa vermelha. Era verde. 

                E quem mudou as roupas de são Nicolau?

No sec. XX um influente refrigerante a base de cola aproveitando-se da fama do são Nicolau o retratou da seguinte forma: homem rechonchudo, alegre... Meia idade, cabelos compridos... Barba branca... Trajando um casacão vermelho com gola e punhos de cor branca, calça vermelha de bainha branca, em combinação com gola e punhos, cinto e botas de couro preto. 

De começo tudo por conta da propaganda e por fim para dar autenticidade a referida bebida. 

Eis a imagem de um bom velhinho que tem como berço, o polo Norte, numa terra de neve eterna, em outra versão se diz que ele reside nas montanhas de Korvatunturi na Lapônia, Finlândia, na cidade de Rovaniemi, com sua família de eifos mágicos, os responsáveis pela confecção dos brinquedos, as únicas renas voadoras do mundo que são condutoras do trenó e lógico a Mamãe Noel que se encarrega de listar as crianças ao redor do mundo para presentea-las na noite de natal adentrando ás casas pela chaminé. 
Imagine o bom velhinho acima de o peso entrar pela chaminé das casas. Fato curioso na lenda do papai Noel onde  tudo é possível.

Sabia que papai Noel tem um endereço fixo?

Pois é..... segundo as minhas pesquisas...
O "escritório do Santa Claus, o papai Noel fica no Código postal: FIN-96930 Arctic Circle Rovaniemi - Finlândia
E tem mais....na região de Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro, que é uma colônia finlandesa, se autodeclarou como a "residência de verão" do Papai Noel. 
Você sabia disso?

No Brasil, os Correios oficialmente recebem cartas endereçadas ao Papai Noel desde 2001, que na verdade são enviadas aos funcionários do Correios, também as colocando a disposição de quem queira ser uma vez papai ou mamãe Noel fazendo feliz alguém que ainda sonha em receber um presente de coração.
Você ou qualquer brasileiro pode se voluntariar como um Papai Noel  nas agências dos Correios do país. 

Em outros países o procedimento é o mesmo. As cartas dirigidas a Papai Noel ou Santa Claus vão para o  endereço correto que é: Santa Claus, 96930, Círculo Polar, Finlândia

Pense bem... é mágico...vou escrever para os dois. 
Ah ! O nome das renas, são: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago.
Achei legal... Estou no espírito natalino. E você?. Aproveite. 
Vale a pena sonhar e brincar. 
Vamos colorir o nosso natal de verde e amarelo. E por que não?

Papai Noel também verde e amarelo.
                                                          

18 novembro 2016

Dia internacional da saúde do homem

Sabia que o homem tem o seu dia especial? 
Acredito que sim.  Já tive oportunidade de escrever no meu blog sobre essa data comemorativa.
Não tão conhecida e comemorada como o dia internacional da mulher, claro, mas com a mesma importância e      responsabilidade.
Tornar a data mais conhecida e contribuir com a sua divulgação faz parte da conscientização e promoção de igualdade entre gêneros, chamando a população masculina para melhor cuidar da saúde no sentido de prevenir doenças, tais como o diabetes, câncer de próstata, cardiovascular...

Observa-se o quanto o homem é resistente quando o assunto é realizar exame prostático e ou consultas médicas.

E assim  o dia Internacional do Homem (19 de novembro), data conhecida por International Men"s Day  foi criado em 1999, em Trinidad e Tobago, pelo Dr. Jerome Teelucksingh, com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) e durante todo o mês de novembro é celebrado internacionalmente também o  "Novembro Azul" servindo de ponto de partida para incentivar a galera masculina a melhora as condições de saúde, diminuindo assim o índice de mortalidade, promovendo uma sociabilidade maior, facilitando o acesso, o acolhimento dos homens às ações e aos serviços de assistência integral à saúde segundo cartilha, Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH)  lançada em 2009 pelo Ministério da Saúde

E o dia nacional do homem não existe? Sim... Claro.

O Dia nacional dos Homens é comemorado em 15 de julho e foi criado por iniciativa da Ordem Nacional dos Escritores e é celebrado no país desde 1992.
Hum....Que chique!!..

Pois bem....O Dia Internacional do Homem é celebrado além de Trinidad e Tobago, na Jamaica, Austrália, Índia, Itália, Estados Unidos, Nova Zelândia, Brasil, Moldávia, Haiti, São Cristóvão e Nevis, Portugal, Singapura, Malta, África do Sul, Gana, Botswana, Angola, Zimbabwe, Croácia, Uganda, Chile, Hungria, Irlanda, Peru, Canadá, China, Vietnã, Paquistão, Dinamarca, Suécia, Noruega, Guiana, Holanda, Bélgica, Geórgia, Argentina, México, Alemanha, Áustria, Finlândia, Espanha, França e Reino Unido.

E vamos lá hombres... se cuida. 

15 novembro 2016

O meu vizinho é meu parente mais próximo. E o seu?

Cresci ouvindo dizer “O vizinho é o parente mais próximo.”
Já ouviu falar sobre isso?
 Naturalmente que é difícil encarar certas situações provocadas por nossos companheiros vizinhos “de porta” como chamamos todos os mais próximos de nós.

Para melhorar e conservar as amizades geradas pela convivência em um mesmo espaço significativo, onde existe uma diversidade de conceitos e opiniões que vão de encontro a muitas outras tantas maneiras de pensar e agir,  se faz necessário ter um conduta do bem viver com todos independente das suas convicções e crenças.

Acredito que a sinceridade e manter sempre a porta aberta do diálogo facilita o entendimento de forma que exista liberdade para falar sobre tudo que se refere ao bem estar da total vizinhança.

Moro em um corredor de casas, o tradicional “beco” como se refere pessoas que não fazem parte da nossa comunidade. Faz parte da discriminação silenciosa que sofremos por ter esse local como moradia.  E uma pena que pensamentos pequenos e dessa natureza ofusque a grandeza dos seus moradores e do local que inspira paz e sossego mesmo sabendo que atrás de cada porta exista uma história de vida de cada um de nós.

Somos poucos. Em números de dez famílias. “Condomínio pequeno” Aqui está de passagem pessoas nas mais diversas idades... Crenças religiosas... Seitas... Visão de vida com seus conceitos e valores impares, mas conscientes de que o respeito e o bom senso são fundamentais para que a nossa comunidade seja vista como um local que abriga pessoas do bem... de boa índole e educação.  

É natural que exista em algum momento um desgaste emocional, pois não deixa de ser uma tarefa difícil à convivência diária com pessoas que não são do ciclo familiar, mas com grandes chances de torna-la mais próspera e produtiva.

Confesso que para alcançar às melhorias que hora usufruímos as conversas interativas, os gestos exemplares, as atitudes compartilhadas estão sempre em pauta e cada vez mais em observação para que estejamos sempre avançando em busca da valorização  local.  Enquanto aqui eu estiver farei por onde.
Pós mim... deus nos controle de todas as coisas.

Somos  beconienses. E temos orgulho disso. Estamos bem instalados. Nossas casas não diferem das demais. Tem teto... Tem piso... Tem paredes.... ah! Tem amor, muito amor. Esse não pode faltar.
Estamos abrigados das intempéries da vida.

Hum... Tem um caminho verde para alegrar os olhos de quem entra e aguçar a curiosidade dos que querem  saber quem cuida e como cuida tornando-o agradável ao passar, e  como forma de agradecimento por fazer parte desse lugar crescem viçosas e brilhantes.  Eu sou sua cuidadora.

Pois bem.
Devemos ter uma relação saudável com os nossos vizinhos companheiros de jornada. 
O motivo real dessa postagem é que no dia 11 de novembro, já no final da tarde, minha neta Ester,  caiu da balaustrada  ou cais que separa o mar da terra, sofrendo uma fratura  no braço esquerdo por ter amortecido a queda.  Ficamos muito agradecidos a DEUS pelo livramento, pois poderia ser de maior gravidade.

Enquanto aguardávamos os resultados dos exames da pequena Ester  em uma das salas do hospital, adentrou ao recinto uma mãe em aflição com uma criança de 11 anos que sofreu fratura exposta e diante da gravidade foi de imediato encaminhada para o C.C.

Enquanto isso....Pense em quem socorreu uma mãe desesperada em busca de noticias da filha amada Ester?
O nosso vizinho... Que não é parente... Mas é um companheiro de jornada... um beconiense...um camarada prestativo...e o S.O.S imediato é o que realmente importa.
Quando se tem uma família grande sempre se tem um parente por perto na é verdade?
O meu núcleo familiar é pequeno e restrito. Então fazemos do nosso vizinho o nosso parente mais próximo.

Olha só o que eu descobri nas minhas andanças na net....
Sabia que existe o dia dedicado ao vizinho. Novidade para mim.
Nada mais justo afinal estimular uma boa  amizade e o bom convívio com todos faz parte da educação domestica e social.

Comemora-se o dia do vizinho no dia 23 de dezembro pouquinho antes do natal. Por curiosidade em alguns estados brasileiros a comemoração é 20 de agosto também homenageando o nascimento da poetisa Cora Coralina.
E por que isso?
Cora tinha como tema principal de suas obras a vizinhança que a viu crescer e conviveu muito tempo com todos fazendo com que a data se promulgasse além de Goiás, lugar do seu nascimento, e que  invadisse vilas, ruas, bairros e prédios,cidades, países,  mas que também desenvolvesse  interesses, preocupações, planos contribuindo assim a valorizar o seu vizinho do lado.
E você?
Tem um bom relacionamento com seu vizinho?
Tem fundamento na Palavra de Deus.
“Melhor o vizinho que está perto do que um irmão que está longe.”
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...