.

.

Mensagem do dia

29 janeiro 2017

Dia da saudade


Se queres compreender
O que
é saudade
Ter
ás que antes de tudo conhecer
Sentir o que
é querer e o que é ternura
E ter por bem um grande amor viver
Ent
ão compreenderás
O que
é saudade
Depois de ter vivido um grande amor
Saudade
é solidão, melancolia,
É nostalgia, é recordar, viver
Se queres compreender
O que
é saudade.
(Mario Palmeiro e Renato Teixeira)



 Você conhece a origem da palavra saudade?
O termo vem do latim solitas, cujo significado é solidão. Cantada em prosa e verso, nós comemoramos a saudade   no dia 30 de janeiro  de cada ano.  Sentimento que invade a imaginação dos poetas e escritores que compartilhado com outros corações torna-se um sentimento misterioso que só quem sente sabe da sua grandiosidade.

                 Conforme o Dicionário Aurélio, a saudade é
Substantivo feminino: Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las; nostalgia.

21 janeiro 2017

A falência dos poderes públicos

Chegou a hora de a onça beber água.  O Brasil está um barril de pólvora prestes a explodir. BUM....
A Situação real é quem bater primeiro ganha.

A falência dos poderes públicos, agora que são quatro, judiciário, executivo, legislativo e presidenciario, é pública e notória em uma terra sem lei e sem controle.

O estado brasileiro está sendo conduzido ao caos total em face de uma desorganização de há muito em todos os setores, principalmente o tripé ( saúde, segurança, educação) onde tudo o que está acontecendo prova que o crime organizado está em pleno comando em todas as organizações governamentais.

Certamente tudo que se deixa acontecer, correr à revelia haverá em algum espaço de tempo um reflexo negativo comprometendo o sistema.
O que vemos hoje no que se refere a “crise penitenciaria” é o descaso com que sempre foi tratado por anos a fio.
Sabe-se lá desde quando tudo começou.

Brasil colhendo o que plantou, continua plantando e no futuro colherá os frutos  do momento em que as autoridades incompetentes ou mesmo descomprometidas com a sociedade, permitiu e ainda permite,  que acordos sejam  feitos com facções encarceradas a fim de deixar correr livre o trafico de drogas....o uso de celular..em troca de mantê-los “quietos” e cada qual na sua zona de conforto...sem maiores exigências. 

Só que para eles também já deu.
Tragédia anunciada pela ONU quando entregou relatório ao governo brasileiro em novembro de 2016, tão idêntico quanto o que foi entregue em 2011.
A violação dos direitos humanos sendo desconsiderados põe em risco a dignidade da pessoa humana, fazendo com que a revolta exploda em ações descabidas e incontroláveis.
É o resultado do descaso como são tratados pelo poder público, instalados em  estrutura inadequada, falta de higiene, saúde precária , sem educação e trabalho, com altos índices de proliferação de doenças, violência e o principal, a superlotação.
 A população carcerária é invisível e indesejável.

“Costuma-se dizer que ninguém conhece verdadeiramente uma nação até que tenha estado dentro de suas prisões. Uma nação não deve ser julgada pelo modo como trata seus cidadãos mais elevados, mas sim pelo modo como trata seus cidadãos mais baixos.” (Nelson Mandela).

E o estado sofre as consequências como um todo levando parte da sociedade ao temor extremo que se espalha em um clima de total degradação dos espaços públicos onde o crime organizado mostra a sua força quando invade prédios públicos, fazem fogueiras com ônibus e veículos do governo em represália a ações dos governantes despreparados com seus discursos muito distante da realidade afirmando que tudo esta sob controle  e que a força nacional está nas ruas garantindo a lei e a ordem. A verdade é que está sob o controle do crime.

Pergunta: como é que os governos estadual e federal deixaram essa situação chegar a esse nível. 
Gente amiga, onde o nosso país se perdeu?
Em que ponto do caminho tomou o atalho da perdição?

O estado está refém da corrupção generalizada e quando se pensa que pode piorar... Piora mesmo.
Entre uma degola e outra por trás dos muros das penitenciarias, mais uma noticia trágica, a morte “acidental” do relator da operação lava a jato, no momento crucial da homologação das 77 delações da odebretch.
Para muitos nada mais convenientes o desaparecimento do relator.
Brasil inteiro pensa e diz que o pior inda está por vir assim que fevereiro chegar.

Quem vai herdar tamanha responsabilidade  e agir com imparcialidade tanto quanto?
O povo brasileiro certamente espera que seja alguém que possa dar continuidade ao que estava sendo feito e que seja dada uma resposta em breve espaço de tempo.

É revoltante pensar que o desvio do dinheiro público tenha abastecido os cofres particulares dos governantes descomprometidos com a política brasileira e com o povo que os elegeu.
Sentimentos diversos se abrigam nos corações do povo.
O desespero toma conta das mentes ao extremo de pensar a volta do militarismo abatido pelas lutas árduas em favor da democracia.

É lamentável assim pensar, mas diante dos últimos acontecimentos  sangrentos e barbáries, os poderes defensivos da pátria não conseguem se posicionar de forma respeitosa  diante das presenças  assustadoras do mal incorporadas aos presos sanguinários e sem nada a perder.

 O povo brasileiro precisa de oração.
O estado brasileiro precisa da interferência divina.
Nós brasileiros do bem precisamos vencer o mal
-  lutando pelos nossos direitos,
-  dando bons exemplos de honestidade...de cidadania,  
-  valorizar o exercício do voto... Hum...muito importante...
e você meu amigo(a) complete a lista de valores do bem.

14 janeiro 2017

Carta da vida a maturidade emocional

Depois de algum tempo
Com a maturidade emocional, você aprende a diferença entre estender a mão e ajudar uma alma. Você aprende que o amor não significa apoiar-se,  e que companhia nem sempre significa segurança. Você vai começar a aprender que beijos não são contratos, nem são presentes ou promessas.

Você vai começar a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhar para frente, com a graça de uma criança, e não com a tristeza de um adulto. Você vai aprender a construir todas as suas estradas no agora, porque o terreno do amanhã é incerto para os seus projetos e o futuro tem o hábito de cair no vazio.

Depois de um tempo
Você aprende que o sol queima se você permanecer exposto a ele por muito tempo. Você aceita que mesmo as pessoas boas podem machucar-lhe e que você precisa perdoá-las por isso.

Aprenderá que falar pode aliviar a dor da alma. Descobrirá que se levam anos para construir confiança e apenas alguns segundos para destruí-la. E que você também pode fazer coisas das quais se arrependerá pelo resto de sua vida.

Você aprende que as verdadeiras amizades continuam a crescer, apesar da distância; e que não importa o que você tem, mas quem você tem na vida, e que os bons amigos são a família que podemos escolher.

Você vai aprender que terá de mudar de amigos, se não estiver disposto a aceitar que os amigos mudam. Você vai perceber que pode passar muito tempo com seu melhor amigo fazendo qualquer coisa; ou simplesmente nada, apenas pelo prazer de desfrutar de sua companhia.

Você vai descobrir que muitas vezes ignoramos as pessoas que mais importam; por isso devemos sempre dizer a elas o quanto nós as amamos, porque nunca sabemos quando as veremos pela última vez.

Com o passar do tempo
Você aprende que as circunstâncias e os ambientes nos influenciam, mas que somos os únicos responsáveis ​​pelo que fazemos.
Você aprende que não devemos nos comparar com os outros, exceto quando queremos imitá-los para fazermos algo melhor. Você vai descobrir que leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo voa.

Você vai aprender que não importa de onde você veio, mas para onde você vai; e se você não sabe para onde quer ir, qualquer lugar serve. Aprenderá que ou você controla os seus atos, ou eles irão controlá-lo. E que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação: há sempre dois lados.

Ao longo do tempo
Aprenderá que os heróis são as pessoas que fizeram o que era necessário, independentemente das consequências.
Aprenderá que a paciência requer muita prática. Você vai descobrir que, por vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cair, talvez seja uma das poucas que o ajudarão a se levantar. Maturidade tem mais a ver com o que você aprendeu com suas experiências do que com os seus anos vividos.

Você aprende que a muito mais de seus pais em você do que você imaginava. Você aprende que nunca deve dizer a uma criança que seus sonhos são bobagens, pois poucas coisas são tão humilhantes quanto isso. Além disso, seria uma tragédia se ela acreditasse, pois você estaria tirando a esperança dela.

Você aprende que quando sentir raiva tem o direito de senti-la, isso é maturidade emocional, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel com os outros.

Descobrirá que só porque alguém não o ama do jeito que você quer, não significa que não o ame com tudo o que pode, porque existem pessoas que nos amam, mas não sabem como demonstrar isso. Nem sempre é o suficiente ser perdoado por alguém; às vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.

Você aprende que com a mesma severidade com que julga, também será julgado e, às vezes, condenado.
Você aprende que não importa em quantos pedaços seu coração se partiu, o mundo não irá parar para que você o conserte.

Aprenderá que o tempo não é algo que pode retroceder; portanto, cultive o seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
Então, e somente então, você saberá realmente o que é capaz de suportar.

Você é forte e pode ir muito mais longe do que acreditava quando pensou que não poderia mais prosseguir.
“A vida realmente vale a pena quando você tem a coragem de enfrentá-la.”

Autor desconhecido

12 janeiro 2017

Dicas do bem viver ....


Começando então:
 É hora de usar o dinheiro (pouco ou muito) que você conseguiu economizar. Use-o para você, não para guardá-lo e não para ser desfrutado por aqueles que não tem a menor noção do sacrifício que você fez para consegui-lo. Geralmente as pessoas que não estão sequer na família: genros, noras, sobrinhos. Lembre-se que não há nada mais perigoso do que um genro ou uma nora com ideias. Atenção: não é tempo para maravilhosos investimentos, por mais que possam parecer, eles só trazem problemas e é hora de ter muita paz e tranquilidade.

                      Segunda.
 Pare de preocupar-se com a situação financeira dos filhos e netos. Não se sinta culpado por gastar o seu dinheiro consigo mesmo. Você provavelmente já ofereceu o que foi possível na infância e juventude como uma boa educação. Agora, pois, a responsabilidade é deles.

                      Terceira
 Já não é época de sustentar qualquer pessoa de sua família.Seja um pouco egoísta, mas não usurário. Tenha uma vida saudável, sem grande esforço físico. Faça ginástica moderada (por exemplo, andar regularmente) e coma bem.

                     Quarta.
 Sempre compre o melhor e mais bonito. Lembre-se que, neste momento, um objetivo fundamental é de gastar dinheiro com você, com seus gostos e caprichos e do seu parceiro. Após a morte o dinheiro só gera ódio e ressentimento

                       Quinta.
 Nada de angustiar-se com pouca coisa. Na vida tudo passa, sejam bons momentos para serem lembrados, sejam os maus, que devem rapidamente ser esquecidos.

                       Sesta 
Independente da idade, sempre mantenha vivo o amor. Ame o seu parceiro, ame a vida, ame o seu próximo. Lembre - se!! “Um homem nunca é velho enquanto se lhe reste á inteligência e o afeto”.

                     Sétima. 
Seja vaidoso. Cabeleireiro frequente, faça as unhas, vá ao dermatologista, dentista, e use perfumes e cremes com moderação. Porque se agora você não é bonito, é, pelo menos, bem conservado.

                    Oitava
 Nada de ser muito moderno. É triste e doloroso ver pessoas com penteados e roupas feitas para os jovens.

                    Nona.
 Sempre mantenha-se atualizado. Leia livros e jornais ouça rádio, assista bons programas na TV, visite Internet, com alguma frequência, envie e responda “e-mails” use as redes sociais, mas sem estresse ou para criar um vício. Chame os amigos.

                  Décima
 Respeite a opinião dos jovens. Muitos deles estão mais bem preparados para a vida, como nós quando estávamos a sua idade.
                Décima primeira.
 Nunca use o termo “no meu tempo¨. Seu tempo é agora, não se confunda. Pode lembrar-se do passado, mas com saudade moderada e feliz por ter vivido.
  
                  Décima segunda.
 Não caia em tentação de viver com filhos ou netos. Apesar de ocasionalmente ir alguns dias como hóspedes, respeite a privacidade deles, mas especialmente a sua.

Se você perdeu o seu parceiro, obtenha uma pessoa para ir morar com você e trabalhar com as tarefas domésticas, e tomar esta decisão somente quando não mais possa dar de si e o fim esteja próximo. 

                 Décima terceira
 Pode ser muito divertido conviver com pessoas de sua idade. E o mais importante, não vai funcionar com qualquer um. Mas sim se você se reunir com pessoas positivas e alegres, nunca com “velhos amargos”.

               Décima quarta.
 Mantenha um hobby. Você pode viajar caminhar, cozinhar, ler, dançar, cuidar de um gato, de um cachorro, cuidar de plantas, cartas de baralho, golfe, navegar na Internet, pintura, trabalho voluntário em uma ONG, ou coletar alguma coisa.

Faça o que você gosta e o que seus recursos permitem.

                Décima quinta
 Aceite convites. Batizados, formaturas, aniversários, casamentos, conferências... Visite museus, vá para o campo o importante é sair de casa por um tempo. Mas não fique chateado se ninguém o convidou. Certamente, quando você era jovem também não convidava seus pais para tudo.

                Décima sesta.
 Fale pouco e ouça mais. Sua vida e seu passado só importam para você mesmo. Se alguém lhe perguntar sobre esses assuntos, seja breve e tente falar sobre coisas boas e agradáveis. Jamais se lamente de nada. Fale em um tom baixo, cortês. Não critique qualquer coisa, aceite situações como elas são. Tudo está passando. Lembre-se que em breve voltará para sua casa e sua rotina.

                  Décima sétima
 Dores e desconfortos apresentaram sempre. Não os torne mais problemático do que são. Tente minimizá-los. No final, eles só afetam você e são problemas seus e do seu médico. Lamentações nada conseguem.

               Décima oitava
 Permaneça apegado à religião. Mas orando e rezando o tempo todo como um fanático, não conseguirá nada. Se você é religioso, viva-o intensamente, mas sem ostentação. A boa notícia é que “em breve, poderá fazer seus pedidos pessoalmente”.
                 Décima nona
  Ria-se muito, ria-se de tudo. Você é um sortudo, você teve uma vida, uma vida longa, e a morte só será uma nova etapa, uma etapa incerta, assim como foi incerta toda a sua vida.

E para encerrar a Vigésima dica

Não faça caso do que dizem a seu respeito, e menos do que pensam de você.
 Se alguém lhe diz que agora você não faz nada de importante, não se preocupe. A coisa mais importante já está feita: você e sua história, boa ou ruim, seja como foi. Agora se trata de uma jubilação, o mais suave, em paz e feliz possível.

E LEMBRE-SE “A vida é muito curta para beber vinho ruim

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...