.

.

Mensagem do dia

21 janeiro 2017

A falência dos poderes públicos

Chegou a hora de a onça beber água.  O Brasil está um barril de pólvora prestes a explodir. BUM....
A Situação real é quem bater primeiro ganha.

A falência dos poderes públicos, agora que são quatro, judiciário, executivo, legislativo e presidenciario, é pública e notória em uma terra sem lei e sem controle.

O estado brasileiro está sendo conduzido ao caos total em face de uma desorganização de há muito em todos os setores, principalmente o tripé ( saúde, segurança, educação) onde tudo o que está acontecendo prova que o crime organizado está em pleno comando em todas as organizações governamentais.

Certamente tudo que se deixa acontecer, correr à revelia haverá em algum espaço de tempo um reflexo negativo comprometendo o sistema.
O que vemos hoje no que se refere a “crise penitenciaria” é o descaso com que sempre foi tratado por anos a fio.
Sabe-se lá desde quando tudo começou.

Brasil colhendo o que plantou, continua plantando e no futuro colherá os frutos  do momento em que as autoridades incompetentes ou mesmo descomprometidas com a sociedade, permitiu e ainda permite,  que acordos sejam  feitos com facções encarceradas a fim de deixar correr livre o trafico de drogas....o uso de celular..em troca de mantê-los “quietos” e cada qual na sua zona de conforto...sem maiores exigências. 

Só que para eles também já deu.
Tragédia anunciada pela ONU quando entregou relatório ao governo brasileiro em novembro de 2016, tão idêntico quanto o que foi entregue em 2011.
A violação dos direitos humanos sendo desconsiderados põe em risco a dignidade da pessoa humana, fazendo com que a revolta exploda em ações descabidas e incontroláveis.
É o resultado do descaso como são tratados pelo poder público, instalados em  estrutura inadequada, falta de higiene, saúde precária , sem educação e trabalho, com altos índices de proliferação de doenças, violência e o principal, a superlotação.
 A população carcerária é invisível e indesejável.

“Costuma-se dizer que ninguém conhece verdadeiramente uma nação até que tenha estado dentro de suas prisões. Uma nação não deve ser julgada pelo modo como trata seus cidadãos mais elevados, mas sim pelo modo como trata seus cidadãos mais baixos.” (Nelson Mandela).

E o estado sofre as consequências como um todo levando parte da sociedade ao temor extremo que se espalha em um clima de total degradação dos espaços públicos onde o crime organizado mostra a sua força quando invade prédios públicos, fazem fogueiras com ônibus e veículos do governo em represália a ações dos governantes despreparados com seus discursos muito distante da realidade afirmando que tudo esta sob controle  e que a força nacional está nas ruas garantindo a lei e a ordem. A verdade é que está sob o controle do crime.

Pergunta: como é que os governos estadual e federal deixaram essa situação chegar a esse nível. 
Gente amiga, onde o nosso país se perdeu?
Em que ponto do caminho tomou o atalho da perdição?

O estado está refém da corrupção generalizada e quando se pensa que pode piorar... Piora mesmo.
Entre uma degola e outra por trás dos muros das penitenciarias, mais uma noticia trágica, a morte “acidental” do relator da operação lava a jato, no momento crucial da homologação das 77 delações da odebretch.
Para muitos nada mais convenientes o desaparecimento do relator.
Brasil inteiro pensa e diz que o pior inda está por vir assim que fevereiro chegar.

Quem vai herdar tamanha responsabilidade  e agir com imparcialidade tanto quanto?
O povo brasileiro certamente espera que seja alguém que possa dar continuidade ao que estava sendo feito e que seja dada uma resposta em breve espaço de tempo.

É revoltante pensar que o desvio do dinheiro público tenha abastecido os cofres particulares dos governantes descomprometidos com a política brasileira e com o povo que os elegeu.
Sentimentos diversos se abrigam nos corações do povo.
O desespero toma conta das mentes ao extremo de pensar a volta do militarismo abatido pelas lutas árduas em favor da democracia.

É lamentável assim pensar, mas diante dos últimos acontecimentos  sangrentos e barbáries, os poderes defensivos da pátria não conseguem se posicionar de forma respeitosa  diante das presenças  assustadoras do mal incorporadas aos presos sanguinários e sem nada a perder.

 O povo brasileiro precisa de oração.
O estado brasileiro precisa da interferência divina.
Nós brasileiros do bem precisamos vencer o mal
-  lutando pelos nossos direitos,
-  dando bons exemplos de honestidade...de cidadania,  
-  valorizar o exercício do voto... Hum...muito importante...
e você meu amigo(a) complete a lista de valores do bem.

Um comentário :

  1. Olá, querida Eliene!

    Tudo bem com você? Espero k sim, embora a situação descrita no texto publicado, não a deixe sossegada, nem um pouco.
    Penso, e sendo estrangeira, que há corrupção generalizada, como afirma a autora, mas aí só "mão de ferro". Deus, um dia, vai atuar.

    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir

Para você tudo de bom e um carinho sempre novo em agradecimento pela sua presença no fim do arco iris. Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...