.

.

Mensagem do dia

27 janeiro 2015

HOLOCAUSTO

Falar do holocausto depois de setenta anos é chorar ainda os sofrimentos vividos por milhares de pessoas, perseguidas pelo governo nazista, quando retiradas dos seus lares, obrigadas a abandonar suas vidas, suas histórias, deixando o seu passado para trás na incerteza de que teriam ou não um futuro.

Uma das maiores atrocidades que tem registro na história, faz do holocausto ser denominado como o período dos horrores de guerra.
Foi uma prática de perseguição política, étnica e religiosa á todos aqueles que foram vistos como empecilho na formação de uma nação composta por seres superiores, a qual o povo alemão se fazia descendentes dos arianos, que tinham como características a pele branca.

Sendo assim quando Adolf Hitler tomou posse no governo da Alemanha em 1933, estabeleceu a doutrina racial de acordo com a qual os alemães arianos pertencessem a raça pura.
O povo judeu - os ciganos - os homossexuais, enfim, todos  os opositores á política pregada por Hitler, eram considerados uma ameaça ao seu governo.

Assim foram criados os campos de concentração, onde lá foram cometidos os mais perversos crimes que temos conhecimento contra a humanidade.
Famílias inteiras foram dizimadas nas câmaras de gás depois de serem submetidas a trabalhos forçados nas indústrias da Alemanha para a sua sustentação durante a segunda guerra
Muitos serviram para as experiências mortíferas nas mãos de cientistas convictos das idéias nazistas tendo como principal carniceiro, o médico Josef Mengele, conhecido como o “Anjo da morte”, temido no campo de extermínio Auschwitz.

Entre as experiências horrendas, está a dissecação de vivos para acompanhar a evolução de infecções e tantas outras patologias. Eram expostos aos extremos de temperatura... congelamento, radiação, obrigados a ingerir grande quantidade de água salgada.

Os que não eram produtivos eram logo encaminhados ás câmaras de gás.
A inanição e as patologias diversas e desconhecidas mataram tanto quanto o fuzilamento e o gás Zyklon B, isso em 1942.

Mulheres gestantes e crianças pela própria razão de ser eram as primeiras a ocuparem os lugares dos prisioneiros a serem enviados para as câmaras da morte, sem ser levados em consideração gênero ou mesmo idade.
Muitas dessas mulheres eram forçadas a praticar sexo com os alemães em troca de alimento e roupas, como também a induzir abortamento por não possuir genes “ arianos”.

É doloroso só em pensar que os prisioneiros de guerra eram desnudos  de seus farrapos e suas vergonhas e levados para chuveiros de “descontaminação” assim chamada as águas enganadoras, e quando o espaço físico estava com sua capacidade máxima preenchida, portas eram fechadas e as torneiras do gás letal eram abertas abatendo homens e mulheres, agora sem futuro, indo diretamente para os fornos crematórios, finalizando assim suas histórias.

Auschwtz- maior campo de concentração para extermínio, erguido pelos nazistas, localizado no sul da Polônia, transformado no símbolo do holocausto na Europa ocupada pelas tropas sob o comando de Hitler durante a segunda guerra.

Esse campo foi libertado em 27 de janeiro de 1945 pelo exercito soviético, onde + ou – 1,6 milhões de pessoas foram morta sendo a maioria de judeus.

Hoje, 27 de janeiro de 2015, fazem 70 anos da sua libertação. O holocausto existiu e com sua lembrança que seja assegurado que o mundo não permita jamais acontecer mais uma miserabilidade como essa a quem quer que seja na face da terra.
Tanto é que cerca de 300 sobreviventes voltaram a Austin.
A verdade é que Auschwitz guarda memórias que humanidade não pode esquecer.

A família de Anne Frank e ela foram para Auschwitz.
Entre os anos de 1942 a 1944, era uma jovem de apenas treze anos e deixou escrito em um diário o que pensava sobre o nazismo.
Tornou-se público através do seu pai, o único sobrevivente da família em 1947.
A casa onde a família viveu passou a ser o museu Anne Frank.
Eis algumas palavras dessa menina que se definiu como “uma jovem mulher com bastante força interior”.

“Escrever um diário é uma experiência realmente estranha para alguém como eu. Não somente porque eu nunca tenha escrito algo antes, mas também porque tenho a impressão de que nada do que uma garota de 13 anos escreva irá interessar mais tarde para mim ou outras pessoas. Bom, não tem problema. Eu me sinto como uma escritora”.

“Como é maravilhoso que ninguém precise esperar um minuto sequer antes de começar a melhorar o mundo”.

“Eu sei o que eu quero, eu tenho um objetivo, uma opinião, eu tenho uma religião e tenho amor. Deixe-me ser eu mesmo e então eu estou satisfeito. Eu sei que eu sou uma mulher, uma mulher com força interior e muita coragem”.

“Nós não estamos autorizados a ter opinião. As pessoas podem dizer-lhe para manter a boca fechada, mas não podem impedi-lo de ter a sua própria opinião. Mesmo que as pessoas ainda sejam muito jovens, elas não devem ser impedidas de dizer o que pensam”.

“Mulheres deveriam ser respeitadas também! Falando de forma genérica, homens são estimados em todas as partes do mundo, então por que as mulheres não podem ter sua quota? Os soldados e heróis de guerra são homenageados e celebrados, os exploradores ganham fama imortal, mártires são reverenciados, mas quantas pessoas olham as mulheres também como guerreiras?”.

“Todo mundo tem um pedaço de boas notícias dentro de si. A boa notícia é que você não sabe quão bom pode ser! Quanto amor pode ter! O que você pode realizar! Quanto potencial tem!”.

“É difícil em tempos como estes: ideais, sonhos e esperanças permanecerem dentro de nós, sendo esmagados pela dura realidade. É um milagre eu não ter abandonado todos os meus ideais, eles parecem tão absurdos e impraticáveis. No entanto, eu me apego a eles, porque eu ainda acredito, apesar de tudo, que as pessoas são realmente boas de coração”.
“O que é feito não pode ser desfeito, mas podemos prevenir que aconteça novamente”.
“Eu não penso sobre toda a miséria, mas sobre a beleza que ainda permanece”.

“Quem está feliz vai fazer os outros felizes também”.
 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

24 janeiro 2015

ARCO IRIS EM FORMA DE PLANTA.

O Arco iris sempre surpreende-me.
Eu não sabia que ele existe também em forma de árvore.
Grande porte 20 a 30 metros de altura, podendo  atingir 75 metros , com 240 centímetros de diâmetro de tronco quando no seu habitat assim é ...
O EUCALIPTO ARCO-ÍRIS que tem características únicas,  vista e aplaudida a medida que cresce revelando-se em cores mil em mutantes efeitos de extrema beleza.
O seu segredo é visto a olho nu quando do seu tronco revestido por uma fina casca marrom  que se desprende originando novas cascas multicoloridas nas nuances de verde, amarelo, roxo, azul, laranja e rosa, entre outros tons vibrantes em diversos estágios.
É mais uma arte verdadeira da natureza.
Se o tronco já oferece beleza, imagine  os seus complementos:
* As folhas apresentam cor verde-escura na parte superior e cinza na parte inferior, em formação oposta, ovada a lanceolada.
* As flores  são abundantes, de cor branco-creme a amarelada, com longos estames, exalando perfumes e produzindo  néctar em grande quantidade  atraindo assim as abelhas.
* As sementes são pequeninas contidas em número de 3 a 12 em cápsulas globulares, de cor marrom, achatadas e com uma pequena asa, germinam entre 4 a 20 dias após a semeadura,  contrariando o resultado final quando observamos o tamanho do arco Iris em forma de planta a alcançar os céus.
Quando da chegada da primavera e do outono o florescimento ocorre alcançando o seu pico maior que é  rápido e não exige muitos cuidados depois de bem estabelecida.
Algumas das suas características encantadoras.
* Tem rápido crescimento.
* O tronco começa a ficar colorido a partir do quarto ano.
* Pouco exigente em qualidade de solo.
* Pode ser plantado em quase todo Brasil.
* Ótimo como planta isolada, quebra-ventos e alamedas.
* Madeira de ótima qualidade.
* Com poda, pode ser mantido menor.
* Planta rara no Brasil, muito ornamental.

 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

22 janeiro 2015

O tempo e suas aventuras

Aos habitantes de uma pequena ilha, a alegria... a tristeza... a vaidade...a sabedoria...o amor...e outros sentimentos, certo dia, foram avisados que essa ilha seria inundada.
Preocupado, o amor cuidou para que todos os outros se salvassem, falando: Fujam todos, a ilha vai ser inundada.

Todos se apressaram a pegar seu barquinho para se abrigar em um morro bem alto, no continente.
Só o amor não teve pressa.
Quando percebeu que ia se afogar, correu a pedir ajuda.
Para a riqueza apavorada, ele pediu:
Riqueza leve-me com você.
Ao que ela respondeu:
Não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e não tem lugar para você.
Passou então a vaidade e ele disse:
Dona Vaidade leve-me com você...
Sinto muito, mas você vai sujar meu barco.
Em seguida, veio a tristeza e o amor suplicou:
Senhora Tristeza posso ir com você?
Amor  estou tão triste que prefiro ir sozinha.
Passou a alegria, mas se encontrava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela.
Então passou um barquinho, onde remava um senhor idoso,
e ele disse:
Sobe amor, que eu te levo.
O amor ficou tão feliz, que até se esqueceu de perguntar
o nome do velhinho.
Chegando ao morro alto, onde já estavam os outros sentimentos, ele perguntou à sabedoria:
Dona Sabedoria, quem era o senhor que me amparou?
Ela respondeu: O tempo.
O tempo? Mas por que ele me trouxe aqui?
Porque só o tempo é capaz de ajudar e entender um grande amor.

                                          Pois é...
Dentre todos os dons que a Divindade concede ao homem, o tempo tem lugar especial.
É ele que acalma as paixões indevidas, ensinando que tudo tem sua hora e local certo.
É ele que cicatriza as feridas das profundas dores, colocando o algodão anestesiante nas chagas abertas.

É o tempo que nos permite amadurecer, através do exercício sadio da reflexão, adquirindo ponderação e bom senso.
É o tempo que desenha marcas nas faces, espalha neve nos cabelos, leciona calma e paciência, quando o passo já se faz mais lento.
É o tempo que confirma as grandes verdades e destrói as falsidades, os valores ilusórios.
O tempo é, enfim, um grande mestre, que ensina sem pressa, aguarda um tanto mais e espera que cada um a sua vez, se disponha a crescer, servir e ser feliz.
E é o tempo, em verdade, que nos demonstra, no correr dos anos, que o verdadeiro amor supera a idade, a doença, a dificuldade, e permanece conosco para sempre.

A verdade é que neste mundo, tudo tem a sua hora.
Cada coisa tem o seu tempo.
A o tempo de nascer e o tempo de morrer.
Tempo de plantar e de colher.
Tempo de derrubar e de construir.
A o tempo de se tornar triste e de se alegrar.
Tempo de chorar e de sorrir.
Tempo de espalhar pedras e de juntá-las.
Tempo de abraçar e de se afastar.
O tempo de calar e de falar.
A o tempo de guerra e o tempo de paz.
Mas sempre é tempo de amar.

(Com base no cap. 3, versículos 1 a 8 do livro Eclesiastes, 
da Bíblia.)
                                     Autoria?
Se você souber, por favor, contribua para sua identificação.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...