.

.

Mensagem do dia

23 fevereiro 2015

Mudando de lugar.

                UM OLHAR SOBRE A MINHA COMUNIDADE     
                                   CIRCULAR Nº 1 

Colocar-se no lugar do outro é viver as mais diversas situações em que outra pessoa qualquer esteja vivenciando o momento independente do que seja. Certo?
Pensando assim... Com um olhar sobre a minha (?) comunidade, pude perceber o quanto é difícil deixar a zona de conforto de cada um, e fazer valer os direitos e deveres dos moradores (direitos esse que todos têm... deveres esses que nem todos querem assumir), por conta da falta de apoio e cooperação dos mesmos em prol de si e da comunidade onde mora.    
                               
 E aí galera das juçaras, Rua, Avenida, Vila, Travessa... o ano de 2015 chegou trazendo  expectativas de grandes e realizações com benefícios para todos nós.  Para que isso e muito mais possa acontecer á todos nós moradores, necessário se faz que nos tornemos colaboradores em prol da nossa “comunidade” despertando assim em cada um de nós o espírito de solidariedade (tão falada ultimamente... e pouco praticada) e respeito ao próximo, que pode ser o seu vizinho ao lado, ou mesmo o seu amigo, conhecido um pouco mais distante.

                             USANDO O BOM SENSO
                               PENSE NISSO....
- Como é difícil aceitar na sua porta de entrada da sua residência o descarte do seu vizinho ou mesmo de um passante. Livram-se dos resíduos, criam-se mais um problema para todos, não só para si.

                                          PENSE NISSO....
- Usar o passeio público como estacionamento particular impedindo o ir e vir do cidadão também pagante dos mesmos impostos promove-se o conforto e a segurança do bem móvel, e o vizinho.... e o passante.... e o seu familiar...?      


    PENSE NISSO.....
- Deixem os passeios livres nos dias de chuvas para que as crianças das escolas próximas tenham o direito de passar sem molhar os calçados, nas águas infectadas por micróbios e bactérias, independentes se tem criança ou não nos estabelecimentos de ensino.  
                                 SEJA SOLIDÁRIO.
- A rua é comprometida nos serviços de drenagem acumulando as águas das chuvas e servindo de canal para o esgotamento da rua principal, certo? 
                           POR QUE NÃO COOPERAR? 
- Vamos lá minha gente amiga. Garanto que agindo assim você vai contribuir com comunidade em que você mora, respeitando todos aqueles que estão próximos precisando apenas de pequenos gestos de solidariedade.                          

 photo assinatura_7_zpsff26786e.gif

Um comentário :

  1. Realmente um belo grito e alerta aos desavisados e " despreocupados"!" Valeu! bjs, chica

    ResponderExcluir

Para você tudo de bom e um carinho sempre novo em agradecimento pela sua presença no fim do arco iris. Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...